IMG-20210628-WA0344
Arte Vacinação - indailal
PlayPause
previous arrow
next arrow

Prisão de empresário em Indaial foi equivocada, diz defesa

Por Judson Lima

gulamania
Rodeio 35
PlayPause
previous arrow
next arrow

INDAIAL – No início da noite desta quarta-feira (21), o advogado Valério Ernestino Sens OAB/SC 9070, se pronunciou sobre a prisão do empresário Isael Venturi, cumprida pelo GAECO em Indaial nesta manhã, ele é investigado no caso que apura o desaparecimento de Vanisse Helena Vieira Venturi, sumida a cerca de um ano em Agronômica.

“Totalmente equivocada a decisão de prisão temporária de Isael Venturi , passado um ano do desaparecimento da senhora Vanisse , o investigado Isael sempre esteve a disposição dos responsáveis pela investigação , entende a defesa ausência de fundamentação do decreto prisional e já ingressamos com pedido de fixação de outras medidas cautelares , inclusive o recolhimento domiciliar e buscaremos os meios legais para reverter e pôr em liberdade o cliente por questão de justiça” comentou ao Vale do Itajaí Notícias o advogado Valério Sens.

A ação do GAECO realizada em Indaial faz parte dos desdobramentos da Operação Quaerens Veritate, que prendeu há mais de 20 dias Isonir Venturi, marido de Vanisse, ele é irmão de Isael. Segundo a Polícia Civil, com base nas evidências reunidas no inquérito e nas análises técnicas dos policiais da força-tarefa, a investigação fecha o cerco para identificar o verdadeiro responsável pelo desaparecimento de Vanisse ou o suspeito pelo provável homicídio e ocultação do cadáver.

A defesa de Isonir Venturi, diz que ele sempre vem contribuindo de forma direta com as autoridades de segurança para desvendar o desaparecimento da mulher.

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.