A notícia além do olhar técnico!

Vereadores viram caso de polícia em Indaial

Por Judson Lima

INDAIAL – O projeto de lei nº 40/2020, que proíbe a prática de maus-tratos e crueldade contra animais em Indaial, proposta pelos vereadores Ana Paula Reiter Fabinho Fritz Diego Pandini e Caroline Laís Bertoldi virou caso de Polícia nesta quinta-feira (16), em Indaial.

O projeto, foi aprovado em primeira votação, mas teve pedido de vistas na última sessão da Câmara Municipal.

Em seu perfil nas mídias sociais o vereador Gilson Isleb   pediu a retirada do projeto e a não aprovação por que em sua avaliação “…da forma que ‘tá’ escrita essa lei, vamos ter sérios problemas e vai atingir os agricultores nossos”, salientando que hoje já existe uma Lei Federal para punir quem comete maus tratos aos animais.

Os vereadores Ana Paula (PSC), Fabinho Fritz (MDB) e Carol Bertoldi (PP) registraram um Boletim de Ocorrência em conjunto sob REGISTRO 0468611/2020-BO-00608.2020.0014173, denunciando o vereador Gilson Isleb (PSDB).

Os parlamentares se sentiram prejudicados pela ação relatada no perfil de Gilson, e descrevem que ele ” usou  expressões sem argumentos no vídeo para descaracterizar o projeto e lançar notícia falsa sobre o conteúdo do mesmo. Ainda, impulsionou a publicação com o vídeo para que obtivesse maior alcance, o que facilita a propagação rápida do seu conteúdo, que não condiz com a realidade do projeto de lei em trâmite na Câmara de Vereadores.

Em contato com o Mateando, o vereador Gilson disse está surpreso com a denúncia na Delegacia, afirmando que não sabe o teor , mas entende que o B.O, é meramente uma tentativa de intimidação ao seu trabalho, e que vai continuar realizando ações necessárias para o bem da sociedade e quando tiver tomado ciência do caso.

Abaixo Vereador Gilson comenta que irá registra denunciação caluniosa.

Vereadores viram caso de polícia em Indaial

Vereadores viram caso de polícia em Indaial INDAIAL – O projeto de lei nº 40/2020, que proíbe a prática de maus-tratos e crueldade contra animais em Indaial, proposta pelos vereadores Ana Paula Reiter Fabinho Fritz Diego Pandini e Caroline Laís Bertoldi virou caso de Polícia nesta quinta-feira (16), em Indaial.O projeto, foi aprovado em primeira votação, mas teve pedido de vistas na última sessão da Câmara Municipal.Em seu perfil nas mídias sociais o vereador Gilson Isleb pediu a retirada do projeto e a não aprovação por que em sua avaliação "…da forma que 'tá' escrita essa lei, vamos ter sérios problemas e vai atingir os agricultores nossos", salientando que hoje já existe uma Lei Federal para punir quem comete maus tratos aos animais.Os vereadores Ana Paula (PSC), Fabinho Fritz (MDB) e Carol Bertoldi (PP) registraram um Boletim de Ocorrência em conjunto sob REGISTRO 0468611/2020-BO-00608.2020.0014173, denunciando o vereador Gilson Isleb (PSDB).Os parlamentares se sentiram prejudicados pela ação relatada no perfil de Gilson, e descrevem que ele " usou expressões sem argumentos no vídeo para descaracterizar o projeto e lançar notícia falsa sobre o conteúdo do mesmo. Ainda, impulsionou a publicação com o vídeo para que obtivesse maior alcance, o que facilita a propagação rápida do seu conteúdo, que não condiz com a realidade do projeto de lei em trâmite na Câmara de Vereadores.Em contato com o Mateando, o vereador Gilson disse está surpreso com a denúncia na Delegacia, afirmando que não sabe o teor , mas entende que o B.O, é meramente uma tentativa de intimidação ao seu trabalho, e que vai continuar realizando ações necessárias para o bem da sociedade e quando tiver tomado ciência do caso deverá ser pronunciar.

Gepostet von Vale do Itajaí Notícias am Freitag, 17. Juli 2020

 

 

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.