Vacinação dos profissionais da Educação contra Covid-19 começa hoje em SC

Por Judson Lima

SANTA CATARINA – A vacinação dos profissionais da Educação contra a Covid-19 começa nesta quarta-feira, 26, conforme anúncio feito pelo governador Carlos Moisés. Para responder as dúvidas neste momento importante para a educação catarinense, o Governo do Estado preparou uma lista que responde as perguntas mais frequentes para os profissionais que começam a ser imunizados nos próximos dias.

Quem pode receber a vacina nesta quarta-feira?
De acordo com o cronograma elaborado pelo Governo do Estado, os primeiros profissionais vacinados serão os que atuam em instituições de Educação Especial, de forma presencial, e fizeram seu cadastro na primeira etapa do Censo da Educação Catarinense. Você pode conferir os demais grupos e a ordem de prioridades no fim do texto.

Quais documentos deverão ser entregues no ato da vacinação?
– Documento com foto
– CPF ou Cartão do SUS
– Contracheque
– Documento comprobatório da área de atuação emitido pelo Gestor da instituição (deve ser solicitado à instituição em que o profissional trabalha).

Preciso me vacinar contra a gripe antes?
Para ser imunizado contra a Covid-19, é necessário respeitar um intervalo mínimo de 14 dias entre as duas vacinas. Por isso, a orientação é buscar a imunização contra a gripe de forma rápida, pois a campanha já está em andamento.

Professores temporários da chamada pública serão vacinados?
Sim. Todos os profissionais da Educação de Santa Catarina, sejam eles efetivos, contratados de forma temporária ou terceirizados, serão imunizados. Os profissionais que iniciaram suas atividades após o primeiro período de cadastro devem entrar em contato com a secretaria municipal de Educação do seu município ou com a instituição em que trabalha até a próxima sexta-feira, 28. Os cadastros feitos a partir de agora garantem a vacinação em conjunto com o último grupo prioritário do plano de vacinação de profissionais da Educação.

Segundo professor entra como prioridade?
O segundo professor será vacinado em conjunto com as equipes escolares em que atuam, ou seja, se ele/a atua na Educação Infantil, será vacinado com os demais profissionais da área.

Quais serão os locais de vacinação?
Os pontos de vacinação são definidos pelos municípios e provavelmente devem funcionar nos mesmos locais onde os demais grupos prioritários estão sendo imunizados.

Professores que estão afastados para tratamento de saúde podem se vacinar?
Sim, desde que tenham feito o cadastramento. Os profissionais que perderam o prazo de cadastro devem entrar em contato com a secretaria municipal de Educação do seu município ou com a instituição em que trabalha até a próxima sexta-feira, 28. Os cadastros feitos a partir de agora garantem a vacinação em conjunto com o último grupo prioritário do plano de vacinação de profissionais da Educação.

Quem teve Covid-19 recentemente pode tomar a vacina?
Sim. A vacina só não é recomendada para quem apresentar algum sintoma gripal. Nestes casos, é necessário aguardar que os sintomas passem ou que uma eventual doença seja curada antes de procurar os postos de vacinação.

Como foram definidas as prioridades da vacinação?
O plano considera a maior vulnerabilidade dos profissionais que estão atuando nas modalidades de ensino presencial ou mista. A proposta considera também a existência de áreas de atuação que estão mais expostas ao contágio pela Covid-19 devido à dificuldade da utilização de máscaras e à prática do distanciamento social, como as turmas de Educação Especial e Infantil.

Quem construiu esse plano de vacinação em Santa Catarina?
O Plano de Vacinação para Profissionais da Educação de Santa Catarina foi elaborado pela SED em parceria com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), a Federação Catarinense dos Municípios (Fecam), a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-SC), o Sindicato das Escolas Particulares de Santa Catarina (Sinepe) e as associações de municípios.

Confira a ordem de prioridade para recebimento da vacina:

  • Grupo 1: Professores e auxiliares que atuam nas instituições de Educação Especial (Centro de Atendimento Educacional Especializado – CAESP);
  • Grupo 2: Professores, 2º professores e auxiliares e afins que atuam em sala de aula das creches com crianças de 0 a 3 anos de idade;
  • Grupo 3: Professores, 2º professores e auxiliares e afins em sala de aula da pré-escola, com crianças de 4 a 6 anos de idade;
  • Grupo 4: Profissionais que atuam na equipe técnica, administrativa e pedagógica e que atuam na execução do PlanConEdu na recepção de estudantes e comunidade em geral;
  • Grupo 5: Profissionais que atuam nas atividades de limpeza, alimentação, serviços gerais e similares;
  • Grupo 6: Professores, 2º professores e auxiliares e afins do ensino fundamental anos iniciais (ciclo de alfabetização 1° ao 3° anos);
  • Grupo 7: Professores, 2º professores e auxiliares e afins que atuam em sala de aula do ensino fundamental anos iniciais (4° e 5° anos);
  • Grupo 8: Professores, 2º professores e auxiliares e afins que atuam em sala de aula do ensino fundamental anos finais;
  • Grupo 9: Professores, 2º professores e auxiliares e afins que atuam em sala de aula do ensino médio;
  • Grupo 10: Professores, 2º professores e auxiliares e afins que atuam em sala de aula do ensino profissionalizante;
  • Grupo 11: Professores, 2º professores e auxiliares e afins que atuam em sala de aula do ensino superior;
  • Grupo 12: Trabalhadores da educação que atuam de forma presencial em outras áreas;
  • Grupo 13: Trabalhadores da educação que atuam em atividade remota, EAD ou similares.
você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.