A notícia além do olhar técnico!

Unidades das comarcas de BC e Indaial conquistam a certificação 100% digital

Na Vara da Família, Infância e Juventude de Balneário Camboriú e na Vara Criminal de Indaial não há mais papeis nas prateleiras.

Na Vara da Família, Infância e Juventude de Balneário Camboriú e na Vara Criminal de Indaial não há mais papeis nas prateleiras. Agora, todos os processos são virtuais. Recentemente, essas duas unidades receberam a certificação de 100% digital e se unem a tantas outras distribuídas nas 111 comarcas catarinenses que zeraram o estoque físico.

No Litoral Norte, a Vara da Família, Infância e Juventude da comarca de Balneário Camboriú a certificação 100% digital ocorreu neste mês e agora a unidade conta com acervo de processos totalmente digital, um feito celebrado por todos da unidade. “O certificado de unidade 100% digital deve-se ao esforço dos valorosos servidores, que, apesar dos desafios enfrentados e da grande demanda de trabalho, empenharam-se para tornar todos os processos acessíveis digitalmente”, salienta a juíza Camila Coelho, titular da Vara.

Outra Vara que conquistou ​a certificação 100% digital foi a Vara Criminal da comarca de Indaial, no Vale do Itajaí. A juíza Leila Mara da Silva ressalta que o feito só foi possível pelo empenho de toda a equipe. “O trabalho conjunto dos servidores e estagiários do cartório e gabinete da Vara Criminal que se empenharam na digitalização do que restava do acervo físico da unidade. Durante o período da suspensão do expediente em razão da pandemia, mesmo se deparando com todas as dificuldades e restrições sanitárias, é digno de aplausos e reconhecimento não só desta magistrada, como também dos advogados e partes, que certamente se beneficiarão com a agilidade dos autos digitais”, reconhece a magistrada.

Programa de Digitalização

O Programa de Digitalização no Judiciário de SC tem a intenção de alcançar todas as varas existentes no Estado. O esforço do Tribunal de Justiça iniciou em 2012, quando implantou a digitalização de processos físicos. Inicialmente tímido, o trabalho ganhou fôlego em novembro de 2014, quando foi concluída a instalação de uma nova versão do SAJ em todas as unidades de 1º grau (varas e juizados). Desde então, 100% dos processos novos entram no formato digital em Santa Catarina.

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.