A notícia além do olhar técnico!

Um dos mais produtivos dos país, Judiciário de SC demora quase 2 anos para julgar um processo

0

O judiciário catarinense demora em média 1 ano e 8 meses para julgar um processo, como mostrou o NSC Notícias. Conforme a Justiça, o principal motivo é a grande quantidade de casos para analisar. Mesmo assim, está entre os mais produtivos do país.

Somente em 2016, foram 1738 processos novos. Juntando com os antigo, são 10,5 mil e acumulados.

“Então a gente consegue resolver, mais ou menos, 800 mil processos e tem entrado quase 800 mil processos todos os anos. De modo que a gente não consegue ainda fazer uma redução drástica”, disse o juiz auxiliar da presidência do TJSC, Luis Felipe Canever.

Um relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) colocou os juízes daqui em sexto lugar na quantidade de sentenças.

Alguns servidores que auxiliam os juízes chegam a mexer em mais de 60 processos, todos os dias. Sempre que um advogado quer recorrer ou quando um desembargador dá uma decisão, por exemplo, eles têm que comunicar imediatamente.

Produtividade

No mesmo relatório do CNJ, os servidores catarinenses ficaram com a terceira maior produtividade no país. Entretanto, o sindicato da classe não comemora os resultados.

“isso reflete num grande estresse das pessoas que estão trabalhando no judiciário. Até porque a remuneração dos servidores ela não é a primeira do judiciário, e sim a 14ª do país”, disse o 1º secretário-geral do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário de Santa Catarina (Sinjusc), Guilherme Peres Lima.

O juiz auxiliar da presidência do TJSC afirma que é possível fazer ainda mais. “A gente vai precisar gerir, e é o que a gente tem feito, gerir melhor os nossos recursos. E de que jeito? Melhorando a nossa forma de trabalho, os nossos processos de trabalho, principalmente com atuação pesada de tecnologia”, completou Canever.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.