A notícia além do olhar técnico!

Trote Solidário Unicesumar em Blumenau ,Indaial e Gaspar, promove inclusão de pessoas com deficiência

Projeto envolve 80 polos EAD

SANTA CATARINA – Desenvolver atividades que promovam a inclusão das pessoas com deficiência e a consciência cidadã. Este é o objetivo do Trote Solidário Unicesumar, projeto que acontece nos meses de julho e agosto, em 80 polos da Educação a Distância da instituição em todo o país.

O Brasil tem mais de 45 milhões de pessoas com deficiência, de acordo com o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Sensível à essa realidade, o projeto de extensão do curso de Serviço Social pretende mobilizar mais de 600 estudantes para conhecer a realidade e organizar ações em favor da causa da pessoa com deficiência em parceria com diferentes entidades.

Neste ano, os alunos devem organizar atividades recreativas, de conscientização e de impacto, que promovam o entretenimento das pessoas com deficiência e ajudem a comunicar a causa, gerando engajamento e apoio, além de desenvolver as entidades do Terceiro Setor que atendem a esse público, dentro das suas necessidades.

A coordenadora de Serviço Social da EAD Unicesumar, Maria Cristina Araújo de Brito Cunha, explica que o projeto é multidisciplinar e, para o desenvolvimento das atividades, envolve todos os cursos da instituição. “Para integrar as ações e conseguir resultados ainda mais positivos, trabalhamos em parceria com alunos de Serviço Social, Pedagogia, Gastronomia, Moda, Marketing e mais 45 outros cursos. Neste ano, todas as ações estão sendo estruturadas para dar visibilidade às entidades que trabalham com esse público, além de transformar o ambiente e a compreensão das pessoas com deficiência e sobre elas mesmas”, destaca.

No ano passado, o Trote Solidário Unicesumar focou em instituições que atendem dependentes químicos e aconteceu em mais de 50 polos, que pesquisaram as necessidades das comunidades terapêuticas de suas regiões para desenvolverem atividades e oficinas.

“É fundamental que todos estejamos unidos, pois o ganho não é apenas para as entidades. Para os universitários e para a Unicesumar também será uma forma de desenvolver o aprendizado na prática, abordar a questão das pessoas com deficiência, além de falar sobre inclusão, pois somos uma comunidade formada por diferentes necessidades e realidades”, completa Maria Cristina.

Unidades

Calouros e veteranos da Unicesumar em Blumenau irão promover as atividades na Associação de Cegos do Vale do Itajaí (Acevali). No dia 18 de julho, das 9h30 às 12h, serão realizadas ações na unidade da Acevali. A primeira é recreativa, em que os acadêmicos ficarão vendados durante a palestra “Meio Ambiente e Prevenção”, que será promovida em parceria com o SAMAE, com duração de, aproximadamente, uma hora. A ideia é que os alunos vivenciem as dificuldades que os deficientes visuais encontram no dia a dia. Em um segundo momento, os alunos da Unicesumar realizarão o plantio de árvores frutíferas.

Em Gaspar, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) será a instituição beneficiada. Os acadêmicos da Unicesumar  farão a exposição dos trabalhos manuais desenvolvidos pelos alunos da APAE no polo de Gaspar. Além da exposição do artesanato, a equipe do Centro Universitário distribuirá folhetos para a comunidade com o intuito de solicitar a doação de materiais para a continuidade dos trabalhos manuais. As contribuições podem ser entregues no polo da Unicesumar até o dia 31 de agosto.

Já, em Indaial, a ação ocorre no dia 5 de agosto e a entidade escolhida também foi a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais. Oito estudantes da Unicesumar farão uma tarde dançante com os alunos da APAE. Os demais acadêmicos, que não participarem do Trote Solidário, terão de levar para o polo de Indaial dois quilos de alimentos não perecíveis, que serão entregues para a APAE em outro momento.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.