A notícia além do olhar técnico!

Tribunal manda prender homem flagrado com fuzil que havia sido solto por juíza em audiência de custódia

SEGURANÇA – A Justiça mandou prender preventivamente o homem flagrado com um fuzil AR-15 em uma casa no bairro Monte Verde, em Florianópolis, no sábado (19) e que tinha sido solto depois de audiência de custódia no Fórum da capital. A arma é de fabricação americana e de uso restrito.

O mandado de prisão foi expedido na madrugada deste domingo (20) pela desembargadora plantonista Bettina Maria Maresch de Moura e cumprido durante a manhã pela Polícia Militar.

O despacho da magistrada atendeu a um pedido do Ministério Público (MPSC) e derrubou determinação anterior de primeira instância, que tinha concedido liberdade provisória ao homem flagrado com o armamento.

Na decisão, a desembargadora argumentou que o fato “é de extrema gravidade, pela inescondível ofensa à tranquilidade pública” e por haver suspeita de que faça parte de uma facção criminosa.

O homem tinha sido solto pela juíza substituta Ana Luisa Schmidt Ramos porque era “primário” e por não demonstrar “periculosidade social efetiva”. Ela entendeu ainda que não havia possibilidade de que, solto, ele iria cometer crimes.

O rapaz foi preso preventivamente no mesmo local onde havia sido flagrado anteriormente, informou a PM, e levado ao presídio da capital. A Polícia Militar afirma que o AR-15 seria usado em ataques à corporação em retaliação à morte de um homem ocorrida no Morro do Caju, neste ano.

Flagrante

O homem tinha sido flagrado pela PM numa casa que seria usada para guardar armas de uma facção. Além do fuzil, ele estava com um carregador, munição calibre 556 intacta e uma bandoleira.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.