TJ decide pelo arquivamento das acusações contra o desembargador Eduardo Gallo

Fonte:Rafael Martini/DC/Foto:Cristiano Estrela

SEGURANÇA – O Tribunal de Justiça de Santa Catarina decidiu pelo arquivamento do processo administrativo para apurar suposta denúncia de pedido de propina pelo desembargador Eduardo Gallo. A acusação do advogado Felisberto Odilon Córdova, feita durante julgamento na 1ª Câmara Cível do TJ-SC, no dia 3 de agosto, foi gravada em vídeo e rapidamente viralizou nas redes sociais, alcançando destaque nacional. Esta coluna foi a primeira a postar informações sobre a polêmica, ainda na tarde do dia 3 de agosto.

O magistrado teria pedido R$ 700 mil para julgar favoravelmente uma ação de pagamento de honorários advocatícios que superam a casa dos R$  30 milhões. Fato este nunca comprovado além das declarações do advogado. De acordo com Nilton Machado, advogado do desembargador, o presidente do TJ determinou o arquivamento por falta de provas. Gallo voltou à corte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here