A notícia além do olhar técnico!

Timbó se prepara para aplicação da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc

Por Assessoria de Comunicação

TIMBÓ – Após aprovação no Congresso Nacional, a Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc foi sancionada no dia 29 de junho de 2020. A Lei promoverá o repasse de R$ 3 bilhões para estados e municípios investirem em ações emergenciais de apoio e suporte ao setor cultural e artístico. Os recursos são provenientes da União, em especial do superávit do Fundo Nacional de Cultura e devem ser aplicados até o dia 31 de dezembro de 2020.

Acesse e preencha o formulário no link abaixo

O formulário é aberto todas as iniciativas que integram a cadeia produtiva da cultura e pode ser acessado nesse link — https://bit.ly/Timbo_MapeamentoCultural . Artistas de todas as linguagens, cultura popular, manifestações identitárias, espaços culturais formais e informais e empresas do setor cultural, como livrarias, estúdios de dança, além de outros. Lembrando que o mapeamento também pretende chegar às empresas que atuam em fases-meio da produção cultural como, por exemplo, empresas de som e luz, ingressos, segurança e logística.

A aplicação da Lei Aldir Blanc ainda está em fase de planejamento. Os municípios e estados aguardam a regulamentação necessária em âmbito federal para que os municípios possam acessar os recursos da lei e dar início aos mecanismos de aplicação em suas respectivas localidades. A estimativa é que a cidade de Timbó, em breve, receba subsídios para espaços culturais e editais de incentivo à cultura.

Nesse sentido, a Fundação de Cultura e Turismo de Timbó está realizando o seu planejamento local, e uma das etapas deste planejamento é o mapeamento das pessoas, dos espaços, das empresas e manifestações culturais e artísticas da cidade. É de extrema importância que todo o setor participe ativamente do mapeamento e do acompanhamento deste processo.

A Fundação de Cultura e Turismo de Timbó conta com o seu apoio e a sua participação no preenchimento e na divulgação deste mapeamento local.

Mais informações no Mateando com Judson Lima:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.