A notícia além do olhar técnico!

Servidor é afastado para investigação de assédio sexual

GERAL – Um servidor público de Brusque foi afastado do trabalho nesta quinta-feira. O motivo é a abertura de um processo administrativo que investiga um suposto crime de assédio sexual que teria sido cometido por ele.

A medida tem validade de 60 dias, período em que devem ocorrer as apurações internas sobre o episódio. A vítima seria uma colega de trabalho do homem. Os dois são funcionários da Secretaria de Saúde.

O assédio teria sido praticado há cerca de um mês, mas segundo a diretora geral da pasta, Camila Pereira, o afastamento só foi deliberado agora porque a comissão estava colhendo informações. No período de afastamento do servidor, os envolvidos no caso devem ser ouvidos.

Também serão coletados outros detalhes do episódio, como o boletim de ocorrência registrado pela funcionária. Dependo da conclusão da comissão que vai apurar os fatos, o homem pode até ser exonerado.

Atualmente, 22 processos administrativos semelhantes estão abertos apenas na Secretaria de Saúde de Brusque.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.