A notícia além do olhar técnico!

Saiba quem são os deputados federais eleitos por SC, Amin e Jorginho assumirão senado

POLÍTICA – A bancada de Santa Catarina na Câmara dos Deputados foi renovada em 68,75% neste domingo de eleições 2018. Onze rostos vão renovar as 16 cadeiras da representatividade catarinense em Brasília. São seis novos parlamentares a mais do que no último pleito, em 2014, quando apenas cinco nomes diferentes surgiram. Além das apenas cinco reeleições, Santa Catarina só elegeu outra parlamentar que já tinha passagem pela Câmara Federal, a ex-deputada Angela Amin, única pepista eleita para o Congresso.

O candidato mais votado foi o apresentador de televisão Hélio Costa (PRB), com quase 180 mil votos. O índice de renovação supera o das eleições de 2010, quando entraram 10 deputados diferentes em relação à disputa anterior. Este ano, porém, aumentou o número de eleitos estreantes na política.

E muito dessas caras novas vêm da onda Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência, cuja sigla elegeu quatro deputados federais em Santa Catarina, tornando o partido antes nanico na maior bancada catarinense na Câmara Federal. Os eleitos pelos PSL no Estado foram Daniel Freitas, Caroline de Toni, Fábio Schiochet e Coronel Armando. A segunda maior bancada é a do MDB, com três deputados eleitos: Carlos Chiodini, Celso Maldaner e Peninha. Em terceiro ficou o PSD, que elegeu Darci de Matos e Ricardo Guidi.

A alta votação de Hélio Costa (178.797 votos) puxou pelo quociente partidário seu colega de coligação Rodrigo Coelho, que é do PSB e conquistou 43,2 mil votos. Outro parlamentar que entrou pelo quociente partidário – divisão do total de votos recebidos nominalmente ou pela legenda – foi Gilson Marques, do Novo, que teve 27,4 mil votos.

O PT catarinense diminuiu sua bancada na Câmara e na próxima legislatura terá apenas um parlamentar em Brasília: Pedro Uczai, que se reelegeu. O PSDB manteve apenas uma cadeira em Brasília, com a reeleição de Geovânia de Sá. As outras siglas com apenas um parlamentar são o PSB de Rodrigo Coelho, o PPS de Carmen Zanotto e o Novo, de Gilson Marques.

Deputados federais em SC

Hélio Costa PRB 179.307 votos 5,06%

Daniel Freitas PSL 142.569 votos 4,02%

Professor Pedro Uczai PT 114.743 votos 3,24%

Caroline de Toni PSL 109.363 votos 3,08% 

Geovânia de Sá PSDB 101.937 votos 2,87% 

Carlos Chiodini MDB 97.613 votos 2,75% 

Fabio Schiochet PSL 87.345 votos 2,46%

Angela Amin PP 86.189 votos 2,43%

Carmen Zanotto PPS 84.692 2,39%

Celso Maldaner MDB 80.086 votos 2,26%

Peninha MDB 76.925 votos 2,17% 

Darci de Matos PSD 68.130 votos 1,92%

Ricardo Guidi PSD 61.830 1,74%

Coronel Armando PSL 60.069 votos 1,69%

Rodrigo Coelho PSB 43.314 votos 1,22%

Gilson Marques Novo 27.443 0,77%

 

Esperidião Amin (PP) e Jorginho Mello (PR) são eleitos senadores por Santa Catarina

Os candidatos Esperidião Amin (PP) e Jorginho Mello (PR) foram eleitos senadores por Santa Catarina, neste domingo (7).  O resultado foi confirmado pelo Tribunal Superior Eleitoral às 20h48min, deste domingo (7), quando já tinham sido apurados 99,63% dos votos válidos.

Após o fim da apuração, Amin contabilizou 18,77% dos votos válidos, e Jorginho ficou com 18,07% dos votos válidos.

Veja o resultado completo:

  • Diego Mezzogiorno (Rede) – 0,59%
  • Esperidião Amin (PP) – 18,77%
  • Ideli Salvatti (PT) – 5,15%
  • Jorginho Mello (PSD) – 18,07%
  • Lédio Rosa (PT) – 5,01%
  • Lucas Esmeraldino (PSL)  – 17,79%
  • Mirian Prochnow (Rede) – 1,29%
  • Paulo Bauer (PSDB) – 12,28%
  • Professor Antônio (PSOL) – 0,78%
  • Professor Pedro Cabral (PSOL) – 0,97%
  • Raimundo Colombo (PSD) – 15,30%
  • Ricardo Lautert (PSTU) – 0,21%
  • Roberto Salum (PMN) – 3,78%
  • Brancos – 9,11%
  • Nulos – 13,83%

Quem é Esperidião Amin

O político do PP tem 70 anos e é natural de Florianópolis. Atualmente, está no segundo mandato como deputado federal e tem extenso currículo na política catarinense.  Já foi senador, governador por duas vezes e prefeito da Capital por duas vezes.  Deposita na experiência que acumulou como gestor político a esperança para conquistar os votos que irão lhe dar mais oito anos na política.

Quem é Jorginho Mello

Jorginho Mello (PR) fez carreira dentro da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Em 1994, foi eleito para o primeiro mandato, assumindo uma cadeira na Casa em 1995. Conseguiu se reeleger por três vezes e, nas eleições de 2010, garantiu mandato de deputado federal. Em 2014, se reelegeu. Agora, chegou a flertar com a candidatura para governador, mas optou por concorrer pela primeira vez ao Senado Federal.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.