IMG-20210628-WA0344
UNIMED---50-anos
Banner Indaial
1200 x 100 (3)
PlayPause
previous arrow
next arrow

Saiba como fazer a portabilidade da troca de plano de saúde sem cumprir nova carência

Por Judson Lima

gulamania
1200 x 100 (2)
PlayPause
previous arrow
next arrow

BRASIL – Desde de 2019, a Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS , ampliou a portabilidade de carências. O que já valia para os planos individuais e coletivos por adesão, passou a valer também para quem tem plano da empresa. Ou seja: beneficiários com qualquer tipo de contratação podem mudar de plano levando com eles suas carências já cumpridas.

Abaixo vídeo da campanha

 

Para isso, é necessário cumprir alguns requisitos:

  • O plano atual deve ter sido contratado após 1º de janeiro de 1999 ou ter sido adaptado à Lei dos Planos de Saúde
  • contrato deve estar ativo, ou seja, o plano atual não pode estar cancelado
  • O beneficiário deve estar em dia com o pagamento das mensalidades
  • O beneficiário deve cumprir o prazo mínimo de permanência no plano, que pode ser de um ou dois anos
  • O plano de destino deve ter preço compatível com o seu plano atual (estar na mesma faixa de preço)

Se você cumpre os requisitos acima, veja agora o passo a passo para trocar de plano sem cumprir carência:

  1. Consulte o Guia ANS de Planos de Saúde para identificar o seu plano de origem e verificar quais são os planos de saúde compatíveis com o seu para fins de portabilidade de carências.
  2. Depois de escolher o novo plano ao qual deseja aderir, dirija-se à operadora munido da documentação exigida e solicite a proposta de adesão.
  3. Aguarde a resposta da operadora do plano de destino, que terá até 10 dias para analisar o pedido. Se a operadora não responder no prazo acima, a proposta de portabilidade de carências será considerada aceita.
  4. Depois de finalizado o processo, entre em contato com a operadora do plano de origem para informar que exerceu a portabilidade de carências e solicite o cancelamento do plano em até 5 dias do início do novo plano. Guarde seu comprovante, pois a nova operadora poderá solicitá-lo a qualquer momento. Caso você descumpra esse prazo, poderá ser exigido o cumprimento de carências no novo plano pela operadora de destino.

 

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA

Documentos necessários para realizar a portabilidade de carências:

  1. Comprovante de pagamento das três últimas mensalidades ou das três últimas faturas, se for plano na modalidade de pós-pagamento, ou declaração da operadora do plano de origem* ou do contratante informando que o beneficiário está em dia com as mensalidades;
  2. Comprovante de prazo de permanência: proposta de adesão assinada ou contrato assinado ou declaração da operadora do plano de origem* ou do contratante do plano atual;
  3. Relatório de compatibilidade** entre os planos de origem e destino ou nº de protocolo, ambos emitidos pelo Guia ANS de Planos de Saúde;
  4. Se o plano de destino for coletivo, comprovante de que está apto para ingressar no plano. No caso de empresário individual, comprovante de atuação para contratação de plano empresarial.
* A declaração para fins de portabilidade deverá ser fornecida pela operadora do plano de origem no prazo de 10 dias.
** O relatório de compatibilidade terá validade de 5 dias a partir da emissão do protocolo.

 

Para mais informações sobre troca ou ingresso em planos de saúde sem cumprimento de carências, acesse aqui ou baixe a cartilha com orientações sobre Portabilidade de Carências.


No que mais você precisa de ajuda?

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.