Rui Godinho toma posse e apresenta seu plano ao CED-SC

Foto: Júlio Castro/Fesporte

ESPORTES –  Na condição de membro nato, o presidente da Fesporte participará, no sábado e domingo, dias 26 e 27, em Lages, da primeira reunião plenária do ano do Conselho Estadual de Esportes (CED-SC). Na sua fala de apresentação, Rui Godinho, após tomar posse, terá a oportunidade de apresentar o calendário completo de eventos em 2019, detalhar seu plano de gestão, além de votar e dar sugestões de inclusão de novas modalidades. As duas plenárias acontecem no ginásio Jones Minosso, local onde acontecem as finais da Copa Brasil de voleibol masculino.

     Na pauta das duas plenárias, o CED-SC colocará em votação uma das questões mais discutidas nos últimos meses: a possível volta das etapas regionais das competições, fase que antecede à estadual. O tema já foi discutido no âmbito do colegiado de 21 conselheiros que integram o órgão com sinalização preliminar positiva para a volta ao sistema antigo, porém falta dar redação final. O item compõe o regulamento geral das competições da Fesporte que também estará em votação durante as reuniões.

     Entre competições estaduais e nacionais, serão 11 eventos de grande porte administrados pela Fesporte e que serão disputadas em cidades de todas as regiões do Estado. Em 2019, as disputas, compreendidas nas fases micro, regionais e estaduais, mobilizarão aproximadamente 300 mil atletas incluídos nos segmentos de inclusão, participação e rendimento.

     Presente entre as mais importantes do calendário, destaque para os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), que este ano acontecerão no período de 7 a 17 de novembro, simultaneamente, nas cidades de Indaial, Timbó e Pomerode; os Joguinhos Abertos de Santa Catarina, a Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) e o Festival Escolar Dança Catarina que figuram entre as competições “macro” do calendário de eventos Fesporte.

Atrações nos Jasc

             Rui Godinho, que é defensor da proposta de inclusão de novas modalidades esportivas no escopo das competições que sua entidade coordena, dará conhecimento aos membros do CED-SC a inclusão, na forma de atração especial ou de apresentação, das modalidades de Muaythai, arte marcial tailandesa e o boxe durante a disputa dos Jasc.

            As duas modalidades possuem características semelhantes e poderão ser disputadas no mesmo ambiente (ringue) sem que, com isso, possa gerar mais despesas. Originalmente, a iniciativa tem por objetivo proporcionar um atrativo especial ao público que frequentar os Jasc, constituindo-se, também, num pontapé inicial para futuramente possam se tornar definitivas.

Conforme a Instrução Normativa Nº 01/CED2017, no primeiro ano a modalidade será considerada de “apresentação”. Nos dois anos seguintes, “provisória” e, somente após o final do terceiro ano, a modalidade poderá ser considerada oficial, ou não.  Atualmente, a única modalidade que percorrer esse caminho é o Jiu-jitsu que no ano passado, em Caçador, cumpriu seu primeiro ano de apresentação com a participação de mais de 130 atletas representantes de 60 municípios.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here