Representante da Universidade Aberta do Brasil cobra apoio do poder público para manter a instituição de ensino em Blumenau

BLUMENAU – Durante a Sessão Ordinária da Câmara de Blumenau na semana passada , o coordenador da Universidade Aberta do Brasil (UAB) Rodrigo Hahne, ocupou a tribuna livre para falar do trabalho da instituição e da composição do quadro de colaboradores para o polo de ensino localizado em Blumenau.

Disse que a universidade é um programa federal que garante graduação e pós-graduação gratuitamente através do ensino a distância. Disse que o polo foi fundado em 2009, mas que pouca gente conhece. Falou ainda sobre a abertura do Curso de Administração Pública. “Era um curso aguardado desde 2015 e que agora saiu do papel”, sustentou.

Citou que o polo de Blumenau é o maior de Santa Catarina e contém 430 alunos matriculados. “A instituição de ensino serve inclusive para capacitar professores da rede de ensino estadual”, defendeu.

Disse que a prefeitura de Blumenau aprovou uma lei que cede um servidor para a biblioteca da UAB Blumenau, mas que até o momento nenhum funcionário foi para a instituição. Explicou a necessidade de servidores para manter os trabalhos do educandário.

Registrou que a Universidade é mantida pelo governo do estado através da ADR – Agência de Desenvolvimento Regional em Blumenau. Destacou ainda apoio da UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina e da UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.