IMG-20210628-WA0344
Arte Vacinação - indailal
PlayPause
previous arrow
next arrow

Rejane Sánchez é nomeada à Comissão Contra Assédio do TRT/SC

A Comissão do Tribunal Regional do Trabalho do Estado foi criada para identificar e fiscalizar situações de assédio sexual e moral na instituição.

gulamania
Rodeio 35
PlayPause
previous arrow
next arrow

SANTA CATARINA – A advogada Rejane Silva Sánchez, que é presidente da Comissão Estadual da Mulher da OAB/SC, foi nomeada para a Comissão de Prevenção e Enfrentamento do Assédio Moral e do Assédio Sexual no TRT/SC. Além do TRT e da OAB do Estado, fazem parte da comissão membros do Ministério Público do Trabalho (MPT), Sintrajusc, Justiça do Trabalho e outros magistrados.

O objetivo é contribuir com o diagnóstico de práticas de todas as formas de discriminação que, porventura, possam acontecer na instituição, alertar sobre a existência ou situação favorável aos assédios e articular com entidades públicas e privadas que tenham o mesmo intuito.

“A partir do compartilhamento das experiências de trabalho, cooperação e deliberação coletiva entre magistrados, servidores, grupos gestores e entes participativos da Justiça, como a Advocacia, poderemos identificar problemas e propor melhorias no ambiente de trabalho e institucionais. Tudo em defesa da dignidade da pessoa humana, do valor social do trabalho, da proibição de todas as formas de discriminação e violências e o direito à saúde integral do indivíduo.”, afirma a advogada Rejane Silva Sánchez.

Foto:Maryna Bittencourt

“As questões de assédio no trabalho, seja sexual ou moral, são realmente graves, e a  criação da Comissão é importante porque cria um ambiente propício, adequado e acolhedor dentro do ambiente de trabalho. E mostra que os Tribunais de Justiça estão preocupados e têm enfrentado essa temática no setor público”, afirma a advogada.

De acordo com Sánchez, é uma política não só para combater o assédio, mas “especialmente para naturalizar a quebra do silêncio desse tipo de violência e para uma mudança na mentalidade sobre como chefiar e se relacionar no trabalho.”

A Comissão advém do Conselho Nacional de Justiça que orienta todos os tribunais do país a criarem grupos de enfrentamento ao assédio no ambiente de trabalho.

“São comissões multidisciplinares, com pessoas de diferentes níveis de gestão e conhecimento, que trabalharão de forma cooperada e transversal. A OAB como entidade representativa da advocacia,foi convidada para compor o grupo”, explica Sánchez.

Ao Tribunal competirá debater as questões e formular as diretrizes de acompanhamento de eventuais situações.

Rejane Silva Sánchez também foi indicada à Comissão de Enfrentamento ao Assédio Moral e Sexual da Justiça Federal, cujas reuniões já estão acontecendo.

Por LL Comunicação

você pode gostar também
Lock colchões
Center Celulares
PlayPause
previous arrow
next arrow
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.