A notícia além do olhar técnico!

Quase 50% das crianças cadastradas no Plantão de Férias da Educação Infantil não compareceram nas Unidades de Indaial

0

INDAIAL – De 17 a 21 de dezembro de 2018, a Secretaria de Educação de Indaial organizou junto às Unidades de Educação Infantil o Plantão Especial de Férias. A ação adotada na rede pública municipal de ensino teve por objetivo auxiliar os pais e/ou responsáveis que, por conta do trabalho, não conseguiriam ficar com as crianças nas férias escolares.

Um levantamento da SED aponta que quase 50% dos alunos cadastrados para atendimento no período não comparecerem ao plantão. Para esse período, 1.230 crianças estavam cadastradas. 47,47% dos alunos não compareceram.

17/12 – presença de 837 (falta de 393 – 31,95%)

18/12 – presença de 797 (falta de 433 – 35,20%)

19/12 – presença de 716 (falta de 514 – 41,78%)

20/12 – presença de 498 (falta de 732 – 59,51%)

21/12 – presença de 382 (falta de 848 – 68,94%)

A Secretaria de Educação também fez um levantamento da primeira semana de atendimento na Educação Infantil para 2019, nos dias 30 e 31 de janeiro e 1º de fevereiro, no qual 3.486 crianças estavam matriculadas. Os dados mostram que houve uma falta de 44,21% dos alunos.

30/01 – presença de 1.883 (falta de 1.603 – 45,98%)

31/01 – presença de 1.985 (falta de 1.501 – 43,05%)

01/02 – presença de 1.966 (falta de 1.520 – 43,60%)


“Os pais tanto pedem por plantão e tivemos apenas uma média de 55% de crianças nas Unidades de Educação Infantil. Essa ausência gera um gasto desnecessário, pois a Secretaria organiza merenda escolar para o número de crianças matriculadas e disponibiliza profissionais. Com esses dados vamos reorganizar os polos de atendimento no período de plantão”, avalia o secretário de Educação, Jairo Gebien.

O setor administrativo da Secretaria retornou com atendimento ao público no dia 21 de janeiro. O secretário relata que em duas semanas de atendimento já foi registrada uma demanda de 270 crianças na lista de espera. “Estamos trabalhando continuamente para diminuir a lista de espera e atender o maior número de crianças possível”, diz Jairo.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.