A notícia além do olhar técnico!

PSL SC suspendeu deputados,incluindo presidente da CPI dos respiradores para tentar salvar Moisés

Por Judson Lima

POLÍTICA – Num ato referencial ao coronelismo de barranco , sim aqueles que mantinham sorrateiramente ,faziam acontecer sem escrúpulos,com ações sórdidas, alheios e de encontro as leis, assim o PSL Santa Catarina, determinou em ato sem precedente na atual história política de Santa Catarina a suspensão dos deputados bosolnaristas Sargento Lima, Ana Campagnolo, Felipe Estevao e Jessé Lopes, todos contrários a postura do governo Moisés , que é alvo de CPIs e pedidos de impeachment junto a Alesc.

Com a suspensão por sete meses confirmada na noite de ontem (18) , todos os deputados ficam impedidos de atuar em nome do PSL na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, incluindo participação em comissão e até mesmo fica prejudicado a CPI dos Respiradores , a qual é presidida pelo Deputado Sargento Lima.

A decisão pela punição aos bolsonaristas foi , segundo o que descreveu o parlamentar em suas mídias sociais uma manobra para manter Moisés no cargo de governador e teria sido orquestrada por Douglas Borba, secretário Geral da Sigla e um dos investigados pelo escândalo criminoso envolvendo a compra de respiradores e pagamento antecipado.

Coube ao deputado federal Fábio Schiochet, presidente do PSL-SC delimitar a reunião da executiva estadual, sendo que alguns deputados já passavam por processo disciplinar dentro da sigla.

Os parlamentares suspensos devem recorrer da decisão para o PSL Nacional , apontando que pode ter ocorrido uma tentativa de “obstrução de Justiça”, na visão dos advogados dos dissidentes de Moisés.

Abaixo vídeo com o Sargento Lima sobre o caso: 

ABSURDO!É impossível jogar limpo em uma mesa de trapaceiros.Nesse momento de crise na saúde e na economia, a única preocupação do PSL/SC é afastar Deputados de suas funções.

Gepostet von Deputado Sargento Lima am Montag, 18. Mai 2020

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.