Projeto Pescar busca apoiadores e parceiros para nova turma

Por Trevo Comunicação

BLUMENAU  – Um ano cheio de desafios na saúde e na economia também impactou jovens que estão se preparando para ingressar no mundo do trabalho. E o Projeto Pescar, iniciativa que acontece em todo país, além de 34 unidades no exterior, realizado em Blumenau pela Fundação Fritz Müller,  manteve o foco em oportunidades e inovação em meio à nova realidade. Durante o ano, 17 jovens da região, entre 15 e 18 anos, receberam aporte online para a capacitação pessoal e profissional.

No fim de dezembro, uma solenidade online marcou a certificação da turma de 2020. Foram centenas de aulas – boa parte delas online – que somaram 800 horas de conhecimento, e diversos voluntários contribuindo para a formação dos jovens. Nas palavras de Yan Kaiky, de 17 anos: “Ouvimos de cada um dos voluntários a frase ‘Acreditem em vocês, pois só depende de vocês’, porém hoje, nós dizemos a vocês voluntários: É também por conta de vocês, que acreditamos em nós mesmos”.

No evento, mesmo virtual, não faltou emoção. “Buscamos trazer o melhor da experiência online para todos os envolvidos. Os jovens receberam uma cesta de alimentos para fazer um coquetel e celebrar com a família, além de itens de decoração para seu espaço. A família entregou o canudo aos jovens e pudemos nos emocionar com a alegria de todos! A celebração foi marcada ainda com a conexão de pessoas de diversos estados, inclusive de um pai que mora em Manaus que falou sobre sua admiração em ver a filha buscando novos horizontes. “Nossos jovens estão preparados para voar e serem protagonistas de suas histórias”, avalia Camila Cunha, da área de Responsabilidade Social da Fundação Fritz Müller.

Ações em destaque nacional

Entre as iniciativas que o Projeto Pescar proporcionou aos estudantes durante o ano está a participação no JA Innovation Camp, realizado pela Junior Achievement Brasil em parceria com o Facebook. No projeto, os jovens puderam desenvolver iniciativas de inovação com foco em gestão financeira. A equipe Lucky, de Blumenau, foi uma das finalistas e representou o estado na etapa nacional.

Para Beatriz Kuehlewein, de 17 anos, as lições do Pescar seguirão para a vida. “Eu aprendi no Projeto Pescar a desenvolver minha comunicação e autoconfiança”, comentou durante a cerimônia de encerramento. “Fomos aprendendo a importância de se reinventar, reaprender a aprender e nos adaptar aos novos desafios. Esse projeto nos proporcionou conhecimentos que iremos levar para a vida”, destacou o estudante Luiggi Machado.

O Projeto Pescar existe há 44 anos e está presente em nove estados do Brasil e em países como Argentina, Paraguai e Angola, na África. Mais de 33 mil jovens já foram capacitados pela iniciativa. Em Blumenau, a iniciativa contou, em 2020, com o apoio da TranspoTech Empilhadeiras e do Rotary Club de Blumenau – Garcia.

Para 2021, a FFM está em busca de parceiros e apoiadores para dar sequência a este projeto e transformar a vida de mais jovens de nossa região. Interessados, podem entrar em contato com Camila Cunha, através do telefone (47) 99644-9700 ou e-mail [email protected].

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.