banner blumenau julho
banner rodeio juh
PlayPause
previous arrow
next arrow

Primeira Semana do Desenvolvimento Sustentável de Timbó recebe mais de 2,5 mil visitantes

Por Judson Lima

BANNER CAMARA DE TIMBO JULHO
banner chutze
banner Gula Mania
PlayPause
previous arrow
next arrow

TIMBÓ – A primeira Semana do Desenvolvimento Sustentável (SDS) de Timbó surpreendeu a todos e atingiu um público aproximado de 2,5 mil pessoas, que participaram e prestigiaram o evento realizado entre os dias 5 e 11 de junho de 2022, no Pavilhão de Eventos Henry Paul.

A ideia de trabalhar temas alinhados à sustentabilidade e educação ambiental, como bem sabemos, é um desafio e tanto. Como o Grupo Intersetorial de Educação Ambiental (GIEA) de Timbó alcançou esse resultado então?

Para que as ações pudessem ir além, atingindo não somente o público-alvo mas, principalmente, pessoas fora dele, diversas frentes foram abordadas: teve Ecogincana; Feira das Profissões e palestras (que alinharam temas como empreendedorismo e mercado de trabalho ao desenvolvimento sustentável); workshops com profissionais referências na área (que encantaram o público); tarde recreativa; mostras de escolas e empresas (compartilhando seus cases de sucesso e inspirando os demais); happy hour; atividades esportivas; apresentações culturais; oficinas, aulas de dança e muito mais!

Foto: Raquel Piske/Ascom PMT

Um dos pontos altos do evento aconteceu logo no primeiro dia, durante a premiação e anúncio dos desenhos vencedores do Concurso Cultural SAMAE 20 anos que trabalhou, junto aos estudantes das redes pública e privada de ensino, a interpretação dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), elaborados pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A realização de um sonho

Um dos segredos para que a SDS alcançasse resultados tão expressivos e significativos foi, além do intenso planejamento e dedicação, por ser a realização de um sonho, algo que já era pensado e estudado antes da pandemia e, nos últimos dois anos, criou ainda mais braços, pernas e vontade de se tornar uma realidade.

“Ficamos felizes em atingir um dos nossos grandes objetivos, que foi envolver todos os níveis de ensino, do infantil ao superior e, também, o especial, engajando ainda a comunidade e os profissionais da área. Os trabalhos desenvolvidos e compartilhados foram prestigiados por pessoas do Alto e Médio Vale do Itajaí, o que torna a SDS uma ação de impacto regional e estadual. Timbó, hoje, tem uma grande marca no Ecoturismo. A partir de agora, também será referência na área do desenvolvimento sustentável”, avalia o vice-presidente do GIEA, Rodrigo Catafesta Francisco.

A Semana foi uma iniciativa que contou, também, com apoio dos seguintes órgãos: Prefeitura de Timbó (através do departamento de Meio Ambiente), SAMAE, Fundação de Cultura de Turismo (FCT), Fundação Municipal de Esportes (FME) e Secretaria Municipal de Educação (SEMED), Conselho Municipal do Meio Ambiente (COMDEMA), Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI) (através do setor de Educação Ambiental e GIEAs dos municípios consorciados), o Grupo de Trabalho de Educação Ambiental da Região Hidrográfica 07 (GTEA RH07), o Movimento ODS SC – Vale Europeu e a Cooperativa APRI.

Unidos pela sustentabilidade

A SDS, entretanto, tem um importante diferencial: ela vai além das ações do Poder Público, sendo abraçada e fortalecida pelas Unidades Pré-Escolares (UPEs), Núcleos de Educação Infantil (NEIs) e escolas municipais, estaduais e particulares, além de empresas e entidades que atuam ou realizam ações de sustentabilidade.

Como a educação ambiental tem uma característica de amplo engajamento e multidisciplinaridade, este evento contou com apoio de atletas, educadores, defensores do meio ambiente, profissionais da área ambiental e empresas do ramo privado, que compartilham o propósito de criar um futuro melhor para o nosso planeta, destacando em especial as empresas Sicredi, Euro Ambiental, Duwe Clínica Automotiva, Estamparia Furtado, Rudolph, Cedro Inteligência Ambiental, Júlia Graziela (Coaching e Consultoria), Viacredi, Laboprime Laboratórios, Grandis Florestal, Alfablu Loteamentos, Advance Treinamentos, Fricar, Fornace Empreendimetos, Yuppie e Interpolos.

Disseminação de ideias para o desenvolvimento sustentável

Para a diretora de Desenvolvimento e Execução de Projetos do GIEA Timbó, Maike Letícia Link, o último dia do evento, 11 de junho, quando aconteceu a Mostra de Sustentabilidade das Empresas, que reuniu a Sicredi, Euro Ambiental, Rudolph, Fornace Empreendimentos e ONG Equilíbrio Vital, foi um divisor de águas.

“É uma iniciativa que abriu espaço para rodas de conversa, gerando muitas ideias e parcerias para que as empresas atuem de forma conjunta para o desenvolvimento sustentável. Da mesma forma aconteceu durante o Encontro dos Educadores Ambientais, no dia 10, onde foi possível observar que, quando conhecemos o propósito que a outra pessoa tem, se torna mais fácil o trabalho conjunto, aumentando a quantidade de sementes disseminadas para desenvolver, de forma consciente e realista, pautas acerca de questões ambientais, sociais e econômicas”, afirma.

Para complementar, Maike cita uma famosa frase de Walt Disney, na qual ele diz que “Você pode sonhar, criar, projetar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo, mas são necessárias pessoas para fazer do sonho uma realidade”.

Uma ação que chega para fazer história em Timbó

Para a presidente do GIEA Timbó, Carla Soraya Groni, a Semana já fez história. “Se pensarmos na SDS de forma mais abrangente, podemos afirmar que foi um evento inédito aqui em Timbó e região. Os municípios vizinhos realizam, também, ações relacionadas ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado no dia 05 deste mês, entretanto, a Semana não se limitou a Timbó, já que gerou uma integração com profissionais e cidadãos do Alto e Médio Val”, reforça.

Em nome do GIEA e toda a organização, ela aproveita para fazer um agradecimento especial a todos que participaram através apresentações: Grupo Vocal Syahamba; Grupo de Dança Andreia Mendes; Grupo de Ginástica Rítmica Desportiva de Timbó; Studio de Dança Carlos Lima; bandas Ponto 30 e Máfia S/A; atores do teatro Elementos em Cena; professor e biólogo José Constantino Sommer; biólogo, naturalista e professor Lauro Eduardo Bacca; coach e consultora, Júlia Graziela; engenheira ambiental, Natália Ana Bauer, da empresa Euro Ambiental; biólogos Natani dos Santos Coser e Vanderlei dos Santos, da Cedro Ambiental; arquiteta Wanessa Ferraz Rufino, também da Cedro Ambiental; terceiro sargento da Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina, Gioni Otte; engenheira sanitarista Adryene Comper, da SAATI; química Estefânia da Costa Aquino, que atua na Estação de Tratamento de Água (ETA) do SAMAE, além das químicas Andressa Largura e Gabriela Longo, da Laboprime; gestora ambiental Eleine Ramos, da empresa i9 Solutiva; agrônoma Mariana Grabarski, da Laboprime; empreendedor e diretor da Indústria, Comércio e Serviços da Prefeitura Municipal de Timbó, Junior Gama; Candice Hardt e Jean Pier, do Movimento ODS SC do Vale Europeu; Mariléia Selonke, do CIMVI; Camila Schulz e Thayse Payker Ramos, da APRI Recicle.

Groni ainda estende o agradecimento a todos que prestigiaram a programação, valorizando o trabalho do GIEA e promovendo maior visibilidade à importância da educação ambiental e sustentabilidade na qualidade de vida da atual e das futuras gerações.

Em 2023 tem muito mais…

Com os resultados alcançados em uma primeira edição a Semana do Desenvolvimento Sustentável se torna uma ação que, a partir deste ano, integra o calendário oficial de eventos do município de Timbó.

“Foi tão boa a troca de experiências dos estudantes, que pela primeira vez desde a pandemia puderam participar novamente de um evento com tanta integração. A Ecogincana, por exemplo, foi uma iniciativa que remodelou o que as pessoas entendem como competição, já que promoveu muito mais a inclusão e união, com dinâmicas e jogos saudáveis”, avalia Groni.

Ela destaca que, dentro dessa iniciativa, os estudantes somaram 15 doações de sangue (uma das provas antecipadas) e o plantio de 200 mudas de árvores nativas.

Groni pontua ainda que a realização da Mostra de Educação Ambiental foi a realização de um sonho, constituindo um histórico de educação ambiental para o município de Timbó. “Os materiais ainda serão reaproveitados de várias formas, para disseminar a propagação das boas ideias. Foi ótimo ouvir e saber que todos que participaram neste ano já falaram que, em 2023, ficam à disposição para contribuir e somar novamente”, afirma a presidente do GIEA.

Fonte:Aline Brehmer/SAMAE Timbó

você pode gostar também
banner ascurra
banner chutze
PlayPause
previous arrow
next arrow
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.