A notícia além do olhar técnico!

Prestação jurisdicional mantém bons índices durante quarentena no Estado de SC

Por TJSC

SANTA CATARINA – A última semana de trabalhos no Poder Judiciário catarinense manteve os bons índices de produtividade observados no período de quarentena decorrente da Covid-19, apesar de as atividades permanecerem integralmente em regime de home office. Entre domingo (22/3) e sábado (28/3), foram registrados 90,6 mil despachos/decisões nas comarcas do Estado.

No mesmo período, os magistrados catarinenses também proferiram 19,1 mil sentenças. Houve, ainda, 1,6 milhão de movimentos processuais durante a semana. Os indicadores são apurados por meio do Power BI, uma ferramenta de Business Intelligence que auxilia a tomada de decisões a partir da análise de mapas estatísticos. 

Considerando o período desde a véspera da adoção integral do regime de home office no Judiciário catarinense (17/3) até o último domingo (29/3), o volume de decisões/despachos é 18% maior em relação ao mesmo período do ano passado, quando o expediente ocorria normalmente nas comarcas do Estado. Já a movimentação processual na última semana apresentou queda de apenas 1% no comparativo com as mesmas datas em 2019.

Além da produtividade em patamares elevados, a demanda pela prestação jurisdicional segue em alta na quarentena: o volume de processos distribuídos na última semana foi de 13,4 mil, enquanto o de petições foi de 162,1 mil. Embora a distribuição tenha registrado queda de 30% desde o último dia 17, a média diária de petições cresceu 15% no período.

Como o sistema do Judiciário catarinense é 100% eletrônico, a restrição à presença física nas unidades não impediu a manutenção da prestação jurisdicional. O isolamento e a falta de atendimento ao público também permitiram melhorar os números nos últimos dias, além de que a experiência do teletrabalho já era consolidada no Poder Judiciário de Santa Catarina.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.