Presidente da Alesc Aldo Schneider morreu neste domingo

POLÍTICA -O deputado estadual Aldo Schneider (MDB), presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), 57 anos, morreu na tarde deste domingo (19), em Balneário Camboriú.

Desde 2017, o político lutava contra um câncer na coluna e passou por vários tratamentos de saúde. Ele estava internado no Litoral Norte catarinense há 18 dias. Em maio, o deputado precisou passar pela Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Florianópolis, após fazer um procedimento cirúrgico de traqueostomia.

De acordo com as primeiras informações da assessoria do parlamentar, o velório do será na Igreja Matriz Santo Huberto em Ibirama, no Vale do Itajaí. O corpo será cremado na segunda-feira (20), em Balneário Camboriú. A Polícia Rodoviária Federal e Militar devem fazer a escolta durante os deslocamentos.

Schneider deixa a esposa e dois filhos. Ele tomou posse como presidente da Alesc em fevereiro deste ano. Por conta da morte, a assembleia decretou luto oficial por três dias e não abrirá para atendimento ao público nesta segunda-feira. O Governo do Estado também decretou luto oficial por sete dias.

Aldo Schneider morreu aos 57 anos (Foto: Guto Kuerten/ Divulgação)

Aldo Schneider morreu aos 57 anos (Foto: Guto Kuerten/ Divulgação)

Perfil

Foi eleito deputado estadual de Santa Catarina com 36.449 votos, em 2010, e reeleito com 58.646 votos em 2014. Na última Legislatura entre 2014 e 2018 foi indicado para presidir a Alesc.

Aldo Schneider deixa a esposa Marita e os filhos Nathali Aline e Bruno Gustavo.

 

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.