Presidente Bolsonaro recebeu Diretora do Hospital Beatriz Ramos e Associações de saúde de SC, ele vai repassar R$ 2 bilhões as instituições

Por Judson Lima

MATEANDO – O governo federal repassará, por medida provisória, R$ 2 bilhões para as Santas Casas e hospitais filantrópicos, auxiliando as instituições no enfrentamento à Covid-19 e atendimento de demais enfermidades.  O presidente Jair Bolsonaro fez o comunicado durante reunião entre a Confederação das Santas Casas-CMB e Associações de Saúde de SC, a diretora do Hospital Beatriz Ramos de Indaial Adriane M. Ferrari esteve presente na audiência que ocorreu em Brasília ontem (24).

“Hoje tive a oportunidade de participar de uma audiência com o Presidente Jair Bolsonaro, convidada pelas associações de saúde de SC. Vivemos um momento atípico na saúde pública e devemos cada vez mais unir esforços em prol do bem da nação, dos catarinenses e dos indaialenses”, comentou Adriane.

Presidente Bolsonaro e Adriane Ferrari

A expectativa é que a MP seja editada nos próximos dias pelo presidente Bolsonaro, a efetivação já é comemorada pela Confederação das Santas Casas e Hospitais e Entidades Filantrópicas e lideranças de 17 Federações de Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de várias partes do país que estiveram no encontro.

As entidades levaram à Presidência a discussão sobre a sustentabilidade da área filantrópica, tendo em vista a alta demanda dos hospitais no atendimento à Covid-19, somada a outros tipos de casos, além dos impactos da elevação nos preços de EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual), insumos e medicamentos.

Outra questão abordada na reunião pontuou o cenário pós-pandemia, com a demanda represada por consultas, exames e cirurgias adiados no atual momento. A saúde filantrópica é responsável por mais de 50% de atendimento da média complexidade dos SUS (Sistema Único de Saúde) e mais de 70% da alta complexidade.

Por parte do governo federal, estiveram presentes também o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga; o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni. Representando a Câmara, estavam presentes os deputados Antonio Brito (que preside a Frente Parlamentar das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos), Pedro Westphalen, Luizinho, Carmem Zanoto, Pinheirinho, Jerônimo Goergen e o líder do Governo, Ricardo Barros. A reunião teve ainda a presença do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

você pode gostar também
1 comentário
  1. lourodir jorge ferreira Diz

    A respeito da saúde/ digamos do covid/ em balneário Camboriú
    ? que não vemos um comentário do prefeito sobre esse assunto,somente sob o alargamento da praia,mas precisamos se proteger sob o covid/temos hospital fechado aqui que pelo que me consta já era para a prefeitura ter assumido ou outra entidade,mas precisamos de solucoes/como que a praia td funciona rápido./ Já temos que se precaver com o virus indiano, não deixar p última hora/ainda mais que Bal Camboriú é o centro de turistas é aqui n se faz nada para restricoes

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.