Slider

Prefeitura de Indaial entrega 29.165 Kits de alimentação totalizando mais de 310 toneladas de alimentos aos alunos

Por Judson Lima

INDAIAL – O ano de 2020 foi um ano atípico em que o setor público precisou inovar para atender a comunidade no cenário de pandemia. Com as unidades escolares fechadas a equipe do setor de Alimentação Escolar planejou junto ao Comitê Intersetorial de Alimentação Escolar como entregar aos alunos os Kits de alimentação.

A Secretaria de Educação seguiram as recomendações do FNDE- Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. As nutricionistas da Secretaria de Educação de Indaial Andressa Menezes da Silva e Jesley Lechinhoski definiram, a cada entrega, 8 tipos de Kits, visando o atendimento das necessidades nutricionais específicas dos alunos e também para garantir variedade e consequentemente bom aproveitamento dos alimentos pelas famílias.

Após pesquisa e cadastramento das famílias interessadas em receber o Kit de alimentação ocorreu a primeira entrega no início de junho, para mais da metade dos alunos matriculados na rede. Ao longo de 5 entregas foram distribuídos 29.165 Kits de Alimentação totalizando mais de 310 toneladas de alimentos saudáveis aos alunos da rede. Foram entregues 234 Kits especiais a alunos com alergia/intolerância alimentar e mais 2 toneladas de alimentos aos alunos de famílias beneficiárias de programas sociais, recebidos em parceria com o Instituto Alice Henrique de Campos (Crescer e Semear).

Foram utilizados R$ 90.292,34 em alimentos que estavam em estoque, de recursos do município e mais R$ 1.126.708,81 de recursos vinculados ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), destes R$729.017,47 (64%) em alimentos provenientes da agricultura familiar beneficiando pequenos produtores e fomentando a política de segurança alimentar e nutricional.
Para Márcio Rodrigo Camargo Ribeiro do bairro Encano Central, uma boa alimentação é muito importante para a saúde das crianças. “Através dela o organismo recebe os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento. Com os kits da alimentação escolar recebemos alimentos frescos produzidos em sua maioria pela agricultura familiar, orientações para a correta higienização dos produtos, informações e receitas elaboradas pelas nutricionistas. Agradecemos a todos os envolvidos neste processo e pela oferta de alimentos com qualidade”, disse ele.

Em atenção aos objetivos do PNAE foram respeitados os hábitos alimentares regionais e a vocação agrícola do município. 16 agricultores do município forneceram alimentos para os Kits (hortifrútis variados, pães e biscoitos caseiros) fazendo com que R$219.569,33 ficassem no munícipio. Além disso, foram investidos R$28.016,50 em alimentos orgânicos cultivados no estado.

A biodiversidade foi valorizada, foram entregues 40 tipos de alimentos secos e 45 de hortifrútis, ovos e temperos frescos enriquecendo a alimentação dos estudantes e incentivando a manutenção de hábitos alimentares saudáveis.

A entrega de Kits é de extrema importância visto que a alimentação é um direito garantido pelo art. 6º da Constituição da República Federativa do Brasil (CRFB/1988) e muitos estudantes das redes públicas de ensino têm na merenda escolar sua principal fonte de alimentação, senão a única. Além disso, o papel da alimentação é também manter o sistema imune atuante, fornecendo a ele os nutrientes capazes de ajudar a modular suas respostas.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.