Banner Rodeio Saúde
Banner educação Rodeio
PlayPause
previous arrow
next arrow

Porto de São Francisco do Sul tem ano marcado por aumento da movimentação de cargas e prêmio nacional Publicado: 28 Dezembro 2021 Última Atualização: 28 Dezembro 2021

gulamania
Banner educação Rodeio
PlayPause
previous arrow
next arrow

São Francisco do Sul- O Porto de São Francisco do Sul, no Norte catarinense, fez o balanço do trabalho em 2021. Foram selecionadas as principais atividades realizadas de forma conjunta pela diretoria e pelos servidores do complexo portuário. Entre elas o aumento da movimentação de cargas, reconhecimento nacional e destaque ambiental.

Movimentação de cargas cresce 12%

 

O Porto atingiu um novo recorde neste ano: a movimentação de carga foi 12% superior a 2020. No ano passado, foram 11,9 milhões de toneladas e em 2021 chegou a 13,3 milhões de toneladas.

O aumento foi impulsionado pela carga geral (principalmente madeira, celulose e ferro fundido), que movimentou 4,8 milhões de toneladas, contra 3 milhões no ano passado, um acréscimo de 60%.

As cargas de granel sólido (fertilizantes e grãos, como soja), se manteve estável em comparação com 2020, somando 8,5 milhões de toneladas. A movimentação inclui ainda o granel líquido, como óleo vegetal, que atingiu 13,5 mil toneladas.

No comparativo nacional, conforme divulgou a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), em dezembro, os portos brasileiros tiveram um crescimento médio de 5,5% nos primeiros 10 meses de 2021. Nesse mesmo período, a movimentação de carga no Porto de São Francisco do Sul aumentou 11,7%, passando de 10,4 milhões de toneladas em 2020 para 11,6 milhões neste ano.

“O Porto de São Francisco viveu, em 2021, um período especial de crescimento, impulsionado pela eficiência e dinamismo da cadeia logística regional e pelo aumento expressivo na produtividade do agronegócio de Santa Catarina”, salientou o presidente do Porto, Cleverton Vieira.

“Este ano houve uma grande expansão da demanda pelo transporte marítimo em todo o país e estamos respondendo à altura, com investimentos na modernização da estrutura do Porto, além da capacitação dos operadores e trabalhadores portuários”, complementou.

Terceiro melhor porto do país

A eficiência e a qualidade do Porto de São Francisco do Sul foram determinantes para o recebimento do Prêmio Portos + Brasil, entregue pelo Ministério da Infraestrutura, em setembro, em Brasília. De acordo com a Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, o complexo portuário do Norte do Estado é o terceiro melhor porto em desempenho do país.

A premiação se baseia no índice do Instituto de Gestão e Administração Pública (Igap), que avalia a gestão das autoridades portuárias, como resultados financeiros, operacionais e gestão administrativa. É o segundo ano consecutivo que o Porto recebe a premiação do governo federal, que visa a reconhecer as melhores práticas adotadas pelos portos organizados do país e os profissionais responsáveis por essas iniciativas.

“O prêmio é fruto da dedicação do corpo funcional para aprimorar a gestão do Porto e torná-lo cada dia mais eficiente no serviço que presta aos seus usuários”, comemorou o presidente Cleverton Vieira.

No ranking ambiental, quarto lugar

As boas práticas ambientais do Porto de São Francisco do Sul foram reconhecidas pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), em outubro. O complexo portuário do Norte catarinense passou do sétimo para o quarto lugar no Índice de Desempenho Ambiental (IDA) entre os 34 portos públicos do Brasil.

Numa pontuação máxima de 100 pontos, o Porto de São Francisco chegou a 96,95, um aumento de 12% com relação ao ano anterior, quando tinha 86,57 pontos. O Índice leva em consideração 38 indicadores relacionados à gestão ambiental dos portos, como preservação da fauna e flora, gerenciamento das operações portuárias e prevenção de riscos.

“A conquista mostra a crescente responsabilidade ambiental assumida pelo Porto nos últimos anos”, enfatizou o presidente do Porto, Cleverton Vieira.
Trens transportam 50% da carga de grãos

A ferrovia cumpre um papel essencial no escoamento da produção de grãos para o Porto de São Francisco do Sul. Em 2021 foram cerca de 700 trens que chegaram ao complexo portuário, carregados de soja e milho, principalmente. Estas composições transportaram mais de 3 milhões de toneladas, metade da exportação de cereais realizada pelo Porto. O restante chega por meio de caminhões.

A maioria dos grãos é de Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul e alcança o Porto por meio do corredor ferroviário que liga Mafra, no Planalto Norte de SC, ao Porto de São Francisco, num trajeto de 170 quilômetros.

Coleta de óleo dos pescadores artesanais

Para minimizar a poluição do mar, o Porto de São Francisco do Sul realiza um trabalho de sensibilização para a correta destinação do óleo de motor que é descartado pelos pescadores artesanais da Baía da Babitonga, no Norte de Santa Catarina.

Para isso, em março de 2021, foi instalado um ecoponto para a coleta do lubrificante na Casa do Pescador, na Praia de Enseada, que recolheu 150 litros de óleo usado que é transformado em novo combustível por uma empresa especializada.

Porto ajuda no alargamento de praia

Os sedimentos da dragagem do canal do Porto de São Francisco serão usados para alargamento da Praia de Itapoá. O acordo foi assinado em dezembro entre o Porto de São Francisco do Sul e a prefeitura do Norte catarinense.

Os 15 milhões de metros cúbicos de material dragado das obras de aprofundamento e alargamento do canal de acesso à Baía da Babitonga servirão para o engordamento de toda a faixa de areia da orla do município de Itapoá que, nos últimos anos, tem sofrido com erosão marítima.

A obra, orçada em R$ 215 milhões, será iniciada após a autorização do Ibama que, desde 2015, acompanha o projeto e tem recebido os diversos estudos de impacto ambiental do empreendimento, realizados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias e pelo Porto de São Francisco.

“Será a primeira vez no país que os sedimentos de uma dragagem portuária terão como destino o alargamento de uma praia”, comemorou o presidente do Porto de São Francisco, Cleverton Vieira.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.