Slider

Polícia investiga violação de cemitério com furtos em cerca de 70 túmulos em Indaial

Por Judson Lima

INDAIAL – A Delegacia de Polícia Civil de Indaial abriu inquérito para apurar violação de mais de 70 sepulturas com furto de várias lápides, crucifixos, placas de identificação e outros objetos de arte tumular no Cemitério da Comunidade Evangélica do Warnow em Indaial.

As peças furtadas são produzidas com bronze, cobre, ferro fundido, granito e mármore, sendo são vendidas para compradores inescrupulosos que em sua maioria sabem que por se tratar de objetos sacros, são advindos de cemitérios e são oriundos de furtados, mesmo assim esses receptadores compram os produtos.

O Delegado Romildo Parno afirma que “infelizmente atos de vandalismo com furtos em cemitérios são corriqueiros, sendo difícil a investigação, e depois, mais difícil ainda prender alguém pelo furto”.

A ação delituosa que tem como alvo os cemitérios, já foram registradas nos bairros Nações, Mulde e outras áreas de Indaial.

Judson Lima/Foto:PM

Em 2020, segundo dados do Tribunal de Justiça, tramita na justiça vários processos de envolvidos com furtos e receptação de materiais subtraídos de cemitérios no Vale, Médio Vale e Alto Vale do Itajaí, em alguns casos , já houve condenação.

No caso ocorrido esta semana no Cemitério da Comunidade Evangélica do Warnow em Indaial, até o momento nenhum objeto foi recuperado.

 

 

 

 

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.