A notícia além do olhar técnico!

Polícia de Blumenau prende homens que mataram jovem e filmaram o crime

BLUMENAU – A morte de um jovem de 19 anos, no dia 12 de fevereiro, em Blumenau, começou a ser solucionada nesta quinta-feira, 21. A Polícia Civil desencadeou a operação Falso Profeta, com o objetivo de prender os autores do crime.

Segundo o site omunicipioblumenau.com.br, o delegado Douglas Teixeira Barroco, dois homens foram presos no bairro Ponta Aguda nesta manhã. Eles teriam participado do assassinato, com requintes de crueldade.

A vítima foi raptada em Gaspar e trazida até uma residência em Blumenau. Ali, passou por várias horas de torturas e agressões físicas. Em seguida, foi morto com golpes de um instrumento cortante na região do pescoço.

Ainda conforme Barroco, o corpo do jovem foi queimado e abandonado em uma pedreira próxima ao rio Itajaí-Açu, na rua Silvano Cândido da Silva Senior. A crueldade do crime chocou os investigadores. Além da violência, os assassinos filmaram o crime e distribuíram as imagens via WhatsApp. No vídeo, a vítima é chamada de “falso profeta” pelos assassinos.

No fim de fevereiro, os policiais da Divisão de Investigações Criminais (DIC) conseguiram encontrar o corpo, com a ajuda de um drone.

Polícia Civil/Divulgação

Barroco adiantou que há mais mandados de prisão a cumprir. Segundo o delegado, o crime está relacionado à facção criminosa que atua nos presídios catarinenses. O rapaz teria sido morto porque havia mentido para outras pessoas que integraria a facção.

Os autores serão indiciados pelos crimes de homicídio qualificado, organização criminosa, ocultação de cadáver e corrupção de menor.

O delegado não revelou o nome da vítima e dos autores para proteger familiares dele e outras testemunhas.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.