A notícia além do olhar técnico!

Polícia Civil inicia investigações em torno de morte no final de semana

SEGURANÇA – A Polícia Civil de Brusque já iniciou as investigações em torno da morte de Jefferson Liesch, ocorrida na madrugada do último sábado (24). Nos primeiros trabalhos em busca de depoimentos e provas sobre o crime, entre eles um vídeo (RELEMBRE AQUI), o fato é tratado como uma lesão seguida de morte.

Até agora, foi apurado que na briga foi utilizada uma garrafa de vidro, que acabou ferindo o braço de Liesch, atingindo uma artéria e fazendo com que ele perdesse muito sangue. Socorrido por amigos, seguiu em direção ao hospital, onde se envolveu em um acidente, atrasando o tempo de socorro.

Segundo o delegado Leandro Sales, o fato vem sendo tratado como lesão corporal seguida de morte, porém não é descartada a hipótese de homicídio. “A gente precisa de um esclarecimento do fato, para saber quem eram os agentes e quais eram as suas vontades. Isso depende de uma investigação mais apurada’’, explica.

Todas as testemunhas que foram ouvidas no dia do fato, não souberam precisar a autoria, apenas características dos agressores, que seriam jovens entre 16 e 18 anos. Mais duas testemunhas que presenciaram o fato foram ouvidas nesta segunda-feira (26), porém pela dificuldade do horário e a pouca iluminação no local, também não conseguiram identificar os autores. A falta de luminosidade nas imagens dificultam da mesma forma as investigações, embora hajam suspeitos.

O delegado pede auxílio da comunidade nas investigações, com o disque denúncia 181 disponível para qualquer informação que possa ajudar na resolução do caso. O anonimato é garantido. Nos próximos dias, o IML deve emitir o laudo que atesta a causa da morte de Liesch, e dimensionará a natureza das lesões, o que deve definir a intenção dos agressores.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.