A notícia além do olhar técnico!

Pesquisa da Udesc fará avaliação gratuita de adulto que sente dor para mastigar

As avaliações serão feitas no Laboratório de Biomecânica da unidade, no Bairro Coqueiros, em Florianópolis.

SANTA CATARINA – Uma pesquisa desenvolvida no Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), realizará avaliações gratuitas de disfunção temporomandibular (DTM) em pessoas de 20 a 45 anos. Entre os sintomas da alteração, estão dores de cabeça e na face, dor ou zumbido no ouvido, estalos e travamento da mandíbula.

As avaliações serão feitas no Laboratório de Biomecânica da unidade, no Bairro Coqueiros, em Florianópolis.

O procedimento tem duração estimada de 75 minutos e pode ser realizado às segundas e quartas-feiras pela manhã.

Segundo os pesquisadores, são feitas avaliações diagnósticas da DTM e do equilíbrio, utilizando o equipamento Neurocon Smart Equitest, de alta tecnologia.

Ao final, os participantes recebem um relatório completo com as orientações fisioterapêuticas para cada caso.

Sobre a disfunção

A articulação temporomandibular, que consiste no encaixe da mandíbula com o resto dos ossos do crânio, é responsável pelo movimento de abrir e fechar a boca, sendo uma das mais complexas do corpo humano.

A pesquisa é desenvolvida pela fisioterapeuta Cleide Niszezak, mestranda em Fisioterapia da Udesc Cefid e integrante do Laboratório de Postura e Equilíbrio (Lapeq), com orientação do professor Gilmar Moraes Santos.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected] e pelo telefone (48) 99976-6590.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.