Passa de R$ 4,9 milhões para R$ 8,1 milhões, novo projeto orçamentário da Rua Minas Gerais em Indaial

INDAIAL – Depois da anulação do projeto da Rua Minas Gerais por “fundada ameaça de grave lesão ao erário em razão dos indícios de irregularidades apurados no edital de concorrência” pelo TCE, o prefeito André Moser (PSDB) enviou em regime de urgência a Câmara de Vereadores um projeto de Anulação e Suplementação de R$ 3,2 milhões , com objetivo final do executivo ter condições orçamentária de um novo projeto, o anterior anulado por indícios de irregularidade era de R$ 4,9 milhões, já o novo projeto que será lançado na próxima semana terá o valor de R$ 8,1 milhões.

O líder do governo vereador Carlos Fink (PSDB) fez a defesa da aprovação em regime de urgência aos seus pares já nesta quinta-feira (14). Antes da votação o secretario de Planejamento Fabiano Santos fez explanação sobre os motivos que levaram o aumento orçamentário do novo projeto e que as adequações são necessárias inclusive dentro da indicação apresentada pelos órgãos fiscalizadores como o TCE.

Uma discussão acalorada tomou conta do plenário, o vereador Diego Pandini (PP) e Sedenir Bagaio (PMDB) votaram contra o projeto de Anulação e Suplementação , que na prática aumenta de R$ 4,9 milhões para R$ 8,1 milhões o projeto da Minas Gerais. O vereador Fabinho Fritz (PMDB) se absteve em votar.

“Nós vamos ver dinheiro publico indo ralo a baixo” disse o vereador Diego Pandini ao justificar sua posição.

Votaram pela Anulação e Suplementação , que assegura aumento no novo projeto os vereadores Carlos Fink (PSDB), Ana Paula Reiter (PMDB) Valentim Blasius(PSD), Flavio Molinari (PSDB), Altair Pele (PP), José Klock (PSD), Alex Frotscher (PSDB) e Aurora Coelho (PT). Por força regimental o presidente Osvaldo Metzner, o Santo Antonio (PMDB) não votou.

Na segunda-feira (18) deverá acontecer o inicio da abertura da licitação para as empresas interessadas em executar a obra da Rua Minas Gerais que poderá iniciar no final de 2018 ou inicio de 2019.

Judson Lima

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.