A notícia além do olhar técnico!

O ano da onça-pintada: Zoo Pomerode realiza ações de conscientização sobre o animal

Fundação lança o mote Eu Sou Fera para guiar os seus projetos para toda a comunidade em 2020. Espécie será um dos temas do Congresso de Conservação Mundial da IUCN

POMERODE – Ela é o maior felino das Américas e o terceiro maior do mundo. O peso varia de 35 a 130 quilos e o tamanho em comprimento é entre 1,7 a 2,4 metros, sendo os machos maiores e mais pesados que as fêmeas. Essa é a onça-pintada, animal que está na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) classificada como quase ameaçada de extinção. Em 2020, ela vai ser destaque no Congresso de Conservação Mundial da IUCN, que ocorre em junho, onde será debatido seu valor cultural e biológico, além de atividades para preservação da espécie. Em Santa Catarina, o Zoo Pomerode vai promover um ano inteiro de ações voltadas para o animal com o Eu Sou Fera, projeto da Educação Ambiental.

“Todos os anos temos um mote para as nossas atividades, agora é a vez da onça-pintada. Os felinos costumam provocar um fascínio e chamar muito a atenção dos visitantes. Com os projetos direcionados para o animal, vamos poder sensibilizar a todos da importância dessa espécie e de todas as outras”, comenta Cezar Santos, biólogo e educador do Zoo Pomerode. O zoológico foi escolhido, em setembro de 2019, padrinho da onça-pintada pela  Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB) durante o Encontro de Educadores.

O intuito é informar os visitantes do parque sobre a conservação do animal. Atualmente, vivem três onças-pintadas no zoológico, sendo uma delas melânica. Isso significa que a sua coloração é mais escura, porém ainda é possível visualizar as suas pintas. O primeiro a chegar foi o macho, em 2005. Ele veio transferido do Zoológico do CIGS, em Manaus (AM), com três anos de idade. No ano seguinte foi a vez das fêmeas, com cerca de um ano, que vieram do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) do Mato Grosso do Sul.

No Zoo Pomerode, esses animais possuem uma rotina semelhante à da natureza. O horário da alimentação, logo pela manhã, é similar com o comportamento dos grandes felinos no seu habitat: após a alimentação descansam o resto do tempo, dormindo várias horas por dia. As onças também passam por ações de enriquecimento ambiental que compõe o Programa de bem-estar do zoológico e tem como objetivo criar atividades para mantê-las ativas e saudáveis.

As onças-pintadas que estão no zoológico são consideradas idosas e por isso recebem cuidados diferenciados. “A expectativa de vida desse animal sob cuidados humanos é de 20 anos, na natureza não passa dos 12. Por isso oferecemos atenção especial no trato com elas”, explica a bióloga Tays Daiane Izidoro. Os felinos fazem parte do Programa Nacional de Conservação, através de um acordo firmado entre a Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB), Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade (ICMBIO) e Ministério do Meio Ambiente (MMA).

O Zoo Pomerode está aberto todos os dias, inclusive feriados e fins de semana. Até o dia 31 de março de 2020 funcionará das 8h às 19h, na Rua Hermann Weege, 180, Centro. Após o período de alta temporada, o horário é das 8h às 18h.

Sobre o Zoo Pomerode
Maior zoológico de Santa Catarina, o Zoo Pomerode abriga mais de mil animais, que representam mais de 230 espécies diferentes. Destas, 40 espécies estão na lista mundial de ameaçadas de extinção. Na sua maioria, os moradores do espaço não têm condições de voltar à natureza porque foram vítimas de maus-tratos ou acidentes.

A história do espaço começou em 1932. São 35 mil metros quadrados para visitação, localizados no Centro Histórico de Pomerode (SC).

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.