A notícia além do olhar técnico!

Namorado enciumado tenta colocar fogo na casa da amada

SEGURANÇA – Uma mulher de 47 anos de idade passou momentos de medo, tensão e angústia na noite desta segunda-feira (1º), no bairro Lageado Baixo, em Guabiruba.

Seu namorado, de 35 anos, após lhe agredir, por volta das 19h, foi colocado para fora da residência com a ajuda de vizinhos da mulher, mas retornou mais tarde e começou uma sessão de terror.  Com um bloco de concreto, tentou quebrar a janela quando a namorada já estava deitada. Posteriormente ele foi até uma das portas e arrebentou o trinco, conseguindo entrar na casa.

Aparentemente embriagado, ou sob efeito de droga, ele colocou fogo em vários pontos da casa, em roupas que seriam dobradas pela vítima que trabalha em casa.  Novamente com a ajuda de uma vizinha, a mulher, desesperada, foi apagar o fogo que atingiu mais de 500 peças de camisas e o namorado pegou um galão com água sanitária e jogou em outro lote de peças. A Polícia Militar foi acionada e ao chegar no endereço, encontrou o agressor exaltado e na tentativa de ser algemado, agrediu um dos policiais e sofreu um pequeno corte nos lábios, ao se debater para evitar a prisão.

Segundo a vítima, eles começaram a namorar há cerca de um mês. Imaginando que tinha encontrado o amor de sua vida, faziam planos para o futuro, pois já estava há dois anos separada. No entanto, o namorado se mostrou agressivo e queria ver as conversas da namorada no celular. Como ela se recusou a mostrar, começaram a discutir, gerando as primeiras agressões físicas.

A vítima e o agressor foram encaminhados para a delegacia de Polícia de Brusque e na madrugada os Bombeiros foram acionados para encaminhar o agressor ao Hospital de Azambuja, onde levou alguns pontos no ferimento dos lábios.

O policial agredido também passou por avaliação médica. Posteriormente ele foi levado de volta à DP onde foi autuado em flagrante por violência doméstica. A mulher disse que vai pedir uma medida protetiva. Ela está preocupada com o tamanho do prejuízo causado pelo namorado e tem medo de ainda perder o emprego. “Espero que ele fique preso. Como moro sozinha, tenho medo que ele volte para me agredir novamente”, disse a vítima em tom de desespero.

ATUALIZADA AS 4H38 O delegado plantonista, Vinicius Benedet Brandão, não arbitrou fiança ao agressor que foi autuado em flagrante. Por isso, ele será encaminhado para a UPA (Unidade Prisional Avançada) nas próximas horas, onde ficará à disposição da Justiça.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.