IMG-20210628-WA0344
UNIMED---50-anos
Banner Indaial
1200 x 100 (3)
PlayPause
previous arrow
next arrow

“Mulheres guerreiras” sobre chacina em Saudades, diz delegado

Por Judson Lima

gulamania
1200 x 100 (2)
PlayPause
previous arrow
next arrow

SANTA CATARINA – Está ocorrendo no Parque de Exposições Theobaldo Hermes, onde funciona o ginásio de Saudades o velório da professora Keli Andriane Aniecevski de 30 anos, da agente educacional Mirla Renner de 20 anos e das crianças , Sarah Luiza Mahle Sehn, de 1 ano e 7 meses, Murilo Massing, de 1 ano e 9 meses e Anna Bela Fernandes de Barros, de 1 anos e 8 meses, todas vítimas do massacre ocorrido nesta terça-feira em uma escola infantil.

A Prefeitura informou que o sepultamento ocorre às 10h, logo após a missa de corpo presente. Do ginásio, os corpos serão levados ao Cemitério Municipal de Saudades.

Foto: Eduardo Grassi/Chapecó.org

Durante coletiva de imprensa , ao lado da governadora Daniela Reinehr, o delegado da Polícia Civil, Jeronimo Marçal Ferreira fez referencia a bravura das mulheres que estavam atuando no educandario atacado.

Eu vou fazer um registro. Meus parabéns as professoras que estavam lá, a bravura daquelas profissionais. Eu já conversei com algumas delas hoje, imagina o terror que elas passaram e elas instintivamente, todas elas, se trancaram dentro das respectivas salas e seguraram as crianças nas salas. Com isso, ele não conseguiu entrar nas salas, pois tentou entrar em todas as salas, mas não conseguiu. Aquelas mulheres foram muito guerreiras e sozinhas com as crianças pequenas, evitaram que uma tragédia maior acontecesse. Eu quero deixar registrado, aquelas mulheres foram muito guerreiras”, declarou o delegado. 

Imagem / Reprodução

A governadora Daniela Reinehr esteve na cidade de Saudades, no Oeste catarinense, para prestar sua solidariedade às famílias e seu pesar pela tragédia causada pelo assassinato de três crianças e duas agentes educacionais em uma creche o município.  Além de prestar apoio às famílias das vítimas, a governadora também determinou que haja apoio psicológico à comunidade local e uma investigação completa para elucidar as causas do crime.

Ao todo, 25 psicólogos de toda a região Oeste estão trabalhando para dar amparo à comunidade e aos familiares. A Polícia Militar deslocou 23 profissionais para a cidade, em nove viaturas. A Polícia Civil, por sua vez, deslocou homens de Pinhalzinho, Modelo, Chapecó, Nova Erechim, além do helicóptero da corporação que atua na região.

O autor do crime tem 18 anos e é morador da cidade. Ele tentou suicídio após o ataque, porém foi atendido e, segundo o Corpo de Bombeiros Militar, passa por cirurgia em Chapecó, mas não corre risco de morrer.

Também participaram da coletiva o comandante da 4ª Região de Polícia Militar, coronel Jorge Luiz Haack, o comandante do 6º Batalhão de Bombeiros Militar, tenente-coronel Walter Parizotto, e o perito criminal Carlos Augusto Nogueira Júnior, da 5ª Gerência Mesorregional de Perícias de Fronteira.

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.