A notícia além do olhar técnico!

Movimento novembro azul ganha espaço no Parlamento Jovem

INDAIAL – O Novembro Azul, campanha de conscientização realizada durante o mês de novembro, destinada especialmente aos homens, visando à conscientização e à prevenção do câncer de próstata, foi o principal assunto discutido na sessão do Parlamento Jovem desta sexta-feira (10).

A presidente da Mesa Diretora, Johanna Giovanella, apresentou uma breve história do movimento, que surgiu na Austrália, em 2003, aproveitando as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata – 17 de novembro.

Já no Brasil, a vereadora jovem explica que o Novembro Azul foi criado pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, em 2008, com o objetivo de eliminar o preconceito masculino de procurar um médico e realizar o exame de toque, se necessário.

– Segundo o Instituto, por todo o Brasil, iluminações de prédios e monumentos, palestras e ações em locais de grande circulação de pessoas, como estradas, estádios e autódromos, e apoios de instituições e personalidades lembram a importância da realização de exames preventivos contra o câncer de próstata – complementou a estudante.

Outros assuntos também foram abordados durante a reunião. O vereador jovem Gabriel Felipe da Silva, representante da Apae de Indaial, usou a Tribuna para falar sobre as atividades desenvolvidas pela Oficina Pedagógica da Associação, e a estudante Maria Luiza Tanaka Cordeiro explanou sobre o Concurso de Redação da Câmara de Indaial.

Indicações

Na Ordem do Dia, os vereadores jovens discutiram e aprovaram três indicações. Acompanhe:

Da vereadora Myllena Yohanna dos Santos: sugere colocação de placas na rua Uberaba, nas proximidades da Escola Básica Mulde Baixa, alertando os motoristas para reduzirem a velocidade.

Da vereadora Myllena Yohanna dos Santos: sugere que o Departamento de Trânsito do Município oferte aulas de orientação sobre segurança no trânsito para os alunos da Escola Básica Mulde Baixa.

Da vereadora Maria Luiza Tanaka Cordeiro: sugere a construção de muros nas escolas municipais de Indaial.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.