A notícia além do olhar técnico!

Motociclista morre em acidente envolvendo prefeito de Ilhota

SEGURANÇA – Um homem de 20 anos que dirigia uma motocicleta Honda/CB com placas de Taió faleceu em um abalroamento transversal registrado na manhã deste sábado, 21, no quilômetro 14,9 da rodovia Jorge Lacerda, entre Ilhota e Gaspar, no Vale do Itajaí. A ocorrência envolveu o prefeito de Ilhota, Érico de Oliveira, o Dida, que conduzia o veículo VW Jetta do município.

Por telefone, a PMRv informou ao Jornal de Santa Catarina a identidade da vítima fatal: Edrey Ariel Koslowski. Ele teria sido levado para o hospital em Gaspar, mas não resistiu aos ferimentos. O Instituto Médico Legal (IML) de Blumenau ficará responsável pela identificação e encaminhamento do corpo aos familiares.

Também por telefone, o prefeito de Ilhota lamentou e explicou as circunstâncias do acidente ao Diário Catarinense. Dida contou que estava indo resolver um problema relacionado à cidade — por isso o uso do veículo oficial — em uma estrada próxima ao loteamento Jardim Europa, recém-inaugurado.

— As pessoas já misturam a política, isso é normal. Mas eu estava indo pedir aos donos dos terrenos por ali que molhassem a estrada de chão batido para que evitasse toda a poeira que está sendo levantada. O carro é da prefeitura, do gabinete, e a gente usa para dar volta na cidade, isso é de praxe, todo sábado fazemos. Aliás, eu sou prefeito 24 horas por dia, então essas críticas por ter usado o carro no sábado não têm nada a ver — rebateu.

Quando foi fazer a conversão, foi surpreendido pela motocicleta que, segundo o prefeito, transitava em alta velocidade.

— O acidente foi um acidente. Estou muito triste, porque envolveu morte, né? Mas não tive culpa. Duas vítimas que prestaram depoimento à polícia, um carro e uma moto, disseram que ele (o motociclista) estava a mais de 140 km/h — acrescentou o prefeito, que fez o teste do bafômetro, mas não se comprometeu.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.