IMG-20210628-WA0344
Arte Vacinação - indailal
PlayPause
previous arrow
next arrow

Marquinhos se despede do Catarinense com números expressivos

gulamania
Rodeio 35
PlayPause
previous arrow
next arrow

ESPORTES – Dezenove anos separam a primeira e a última partida de Marquinhos com a camisa do Avaí no Campeonato Catarinense. Em comum, o mesmo adversário: a Chapecoense. No dia 3 de abril de 1999, então com 17 anos, o M10 estreou como profissional na derrota por 3 a 0 em Chapecó. No domingo, em partida na Ressacada, o meia se despediu do Estadual com o empate por 2 a 2, com números que impressionam e o reforçam como ídolo. 

– Passa um filme na minha cabeça pelo que vivi dentro de Santa Catarina, faz parte da minha vida. Joguei no salão e também no futebol de campo. Saio de cabeça erguida. Nunca joguei para ser ídolo de todas as torcidas, sempre quis ser só do Avaí. Fiz isso e sou ídolo aqui – disse o meia ao deixar o gramado.

Marquinhos disputou 140 jogos pelo Avaí no Estadual – 65 vitórias, 34 empates e 41 derrotas (54,52% aproveitamento). O meia assinalou 38 gols. O primeiro foi em 1999 na goleada por 4 a 0 sobre o Lages, na Ressacada. O M10 apontou ao pai dele, Luiz, que estava na torcida como forma de agradecimento. O último tento em partidas pelo Catarinense foi no dia 4 de março, quando o Leão fez 2 a 0 sobre o Joinville, na Arena.

No ano de estreia no Catarinense, Marquinhos foi vice-campeão. O Avaí perdeu a final para o rival Figueirense. Dez anos depois, o meia brilhou na conquista do seu único Estadual. Na goleada por 6 a 1 sobre a Chapecoense, o ídolo azurra fez dois gols e ainda contribuiu com duas assistências. No ano passado, M10 acumulou o segundo vice após o Leão perder da Chape na decisão.

– Não ficou faltando nada no Catarinense. Faltou o Zunino (ex-presidente do Avaí) do meu lado para me ver encerrar a carreira. Deixo uma carreira vitoriosa e de que um sonho pode ser realizado dentro do clube do nosso coração. Saio com a sensação de dever cumprido. A minha carreira não termina agora, só no final do ano. No Catarinense tudo que eu tinha para fazer eu fiz – completou M10.

O final da carreira profissional de Marquinhos está marcado ao término da Série B deste ano. Como último ato, o camisa 10 do Leão pretende recolocar o time na elite do futebol brasileiro novamente, assim como fez em 2008, 2014 e 2016.

NÚMEROS DO M10 NO ESTADUAL

140 jogos
65 vitórias
34 empates
41 derrotas
54,52% aproveitamento
38 gols marcados

Primeiro gol – Avaí 4 x 0 Lages (14/4/1999)
Último gol – Joinville 0 x 2 Avaí (4/3/2018)
Primeiro jogo – Chapecoense 3 x 0 Avaí (4/4/1999)
Último jogo – Avaí 2 x 2 Chapecoense (1º/4/2018)
Campeão (2009)
Vice-campeão (1999 e 2017)

você pode gostar também
Lock colchões
Center Celulares
PlayPause
previous arrow
next arrow
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.