IMG-20210628-WA0344
UNIMED---50-anos
Banner Indaial
1200 x 100 (3)
PlayPause
previous arrow
next arrow

Mãe que matou filho recém nascido em Indaial foi condenada a 18 anos de prisão

Por Judson Lima

gulamania
1200 x 100 (2)
PlayPause
previous arrow
next arrow

INDAIAL – Uma mulher de 24 anos que assassinou seu filho recém nascido de apenas 36 dias, crime ocorrido no dia 23 de outubro de 2020 no bairro Rio Morto , foi condenada por júri popular a mais se 18 anos de prisão em Indaial nesta quinta-feira (29).

A ré foi acusada de ter causado as lesões e morte do filho , ela sempre negou os fatos.

Na época do crime  , os Bombeiros Voluntários atenderam a ocorrência, a criança foi encaminhada ao Hospital Beatriz Ramos em Indaial e devido a gravidade ao Hospital Santo Antônio em Blumenau, onde veio a óbito, sendo acionado a Polícia Militar.

A Promotoria de Justiça pediu a condenação por homicídio qualificado por uso de meio cruel. Por sua vez, a Defesa pediu pela absolvição da ré ou a desclassificação para o crime de infanticídio, alegando que ela estava com depressão pós-parto e que, se fez algo contra a criança, teria agido sob influência do estado puerperal.

Mas o Conselho de Sentença, formado por sete juradas, julgou a ré culpada pela morte do filho, sendo ela condenada pelo crime de homicídio qualificado pelo uso de meio cruel, com a causa de aumento por ser a vítima menor de 14 anos, à pena de 18 anos e 8 meses de reclusão, no regime fechado.

A mãe condenada tem direito a recorrer da sentença, porém encontra-se presa preventivamente no Presídio Feminino de Itajaí, até o trânsito em julgado da sentença, quando iniciará o cumprimento da pena.

A sessão do Júri popular foi realizada no Salão do tribunal do Fórum de Justiça de Indaial, tendo como magistrado a juíza Leila Mara da Silva. 

 

* Com informações do comunicação TJSC

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.