A notícia além do olhar técnico!

Madeireiras são alvo de fiscalização e apreensões em Doutor Pedrinho

Por Judson Lima

DOUTOR PEDRINHO – Foi desencadeada na Reserva Biológica Estadual do Sassafrás e madeireiras, no município de Doutor Pedrinho a Operação “Madeira de Lei”, a ação foi executada pela Polícia Civil de Santa Catarina, através da Delegacia de Repressão a Crimes Ambientais (DRCA) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC),e contou com participação da FUNAI, o IBAMA, o IMA e a Polícia Militar Ambiental, e aconteceu na última quinta-feira (27).

Judson Lima/Foto:PC

A Polícia Civil identificou junto com o IMA aproximadamente 100 m³ de madeiras de lei de procedência irregular, entre elas Sassafrás, Canela Preta, Canela Amarela, Imbuia, Cedro, Jatobá, Cerejeira e Peroba, todas madeiras nativas.

O material foi apreendido e será destinado para doação conforme cadastro de beneficiários fornecido pelo IBAMA.

As madeireiras não apresentaram o Documento de Origem Florestal (DOF) necessário para comprovação da origem e destinação do produto vegetal dessa natureza.

Crime ambiental

Foram fiscalizadas 06 (seis) madeireiras, tendo sido lavrados os respectivos Autos de Infração pelo IMA e pela Polícia Civil os procedimentos policiais pelo crime ambiental do art. 46 “caput”e parágrafo único da Lei nº 9.605/98.

Com apoio da aeronave da Polícia Militar e incursão de servidores do IBAMA e FUNAI na Reserva Biológica, foram identificadas diversas áreas de corte de árvores nativas, bem como fornos para queima da madeira, em área de sobreposição com a Terra Indígena Laklanõ.

Os proprietários das madeireiras confessaram que algumas madeiras que tinham em depósito e ofereciam à venda eram originárias de extração feita pelos indígenas da região e outras vindas de exploração de madeira da região norte do Brasil.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.