Lorenz em Indaial será fechada

(Fonte:NSC/Foto: Patrick Rodrigues)

INDAIAL – A direção da GTFoods vai fechar a fábrica de Indaial da Cia. Lorenz, uma das mais antigas indústrias de alimentos de Santa Catarina, fundada em 1916. Os cerca de 60 funcionários da unidade já foram comunicados e cumprirão o aviso prévio. A operação só deve rodar até janeiro.

O encerramento das atividades no Vale não representa, no entanto, o fim da tradicional marca Lorenz. As outras três plantas, em Cianorte, Umuarama e Quatro Pontes, todas no Paraná, continuam produzindo normalmente.

Depois de ter a falência decretada no ano 2000, a Cia. Lorenz foi comprada por R$ 38 milhões em leilão realizado em dezembro de 2014. A GTFoods assumiu a operação no final de 2015. Em entrevista à coluna em julho de 2016, o gerente de vendas da empresa, Aleksandro Siqueira, revelou que o grupo faria investimentos de R$ 17 milhões no negócio, destinados à recuperação das quatro fábricas da marca.

Os aportes foram feitos, mas chegou um momento, segundo Siqueira, em que a infraestrutura passou a ser um problema. A planta de Indaial, construída em 1947, fica do lado de um rio e quase em cima de uma ponte, o que ampliava os riscos ambientais.

O executivo ainda não sabe dizer se a produção local, que já estava funcionando em apenas um turno, será absorvida por outra fábrica da Cia. Lorenz no Paraná. No Vale, eram feitas conservas como pepinos e uma linha de molhos. O encerramento das operações não afetará, garante Siqueira, a distribuição de itens da marca em Santa Catarina:

— A gente tem estoque para dar uma cobertura de um bom período para os nossos clientes. Não vamos sair da gôndola.

Todos os compromissos trabalhistas, reforça o gerente, serão cumpridos. A unidade de Indaial fatura em torno de R$ 20 milhões ao ano, o que representa algo em torno de 20% do negócio Lorenz, estimado em R$ 100 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here