A notícia além do olhar técnico!

Justiça suspende publicação de pesquisa eleitoral em Ascurra por exclusão de siglas partidárias

Por Judson Lima

ASCURRA – O juiz Gustavo Bristot de Mello da 15ª Zona Eleitoral de Indaial, determinou na tarde desta quinta-feira (05), a suspensão da divulgação dos resultados de uma pesquisa das eleições de prefeito de Ascurra por omissão de siglas partidárias, que prejudicava diretamente as coligações “Juntos Podemos Progredir” dos candidatos Mário Guse e Adriana Moser e “Ascurra no Coração” dos candidatos Marcell Poffo e Pópo Coradini; em caso de desobediência o jornal terá multa diária de R$ 2 mil reais.

A pesquisa foi realizada pela empresa Mena Barreto Ideia Pesquisas/Ideia Pesquisas, que recebeu o montante de R$ 9 mil reais como pagamento de jornal impresso para realizar a pesquisa suspensa pela justiça.

Na  decisão o juiz Bristot informou que a exclusão de siglas partidárias “poderá influenciar no resultado final da apuração eleitoral, uma vez que retira do eleitor a possibilidade de se posicionar partidariamente”.

A decisão liminar foi publicada às 17h39min, atendendo petição cível 241 Nº 0600755-54.2020.6.24.0015 / 015ª Zona Eleitoral de Indaial SC, requerida pelo Advogado Miguel Angelo Soar – SC6699.

Foto: Divulgação

Na madrugada de sábado, o dono do Jornal Impreso, Ailton Coelho, informou que a pesquisa de Ascurra, contratada pelo jornal, foi liberada após análise de ponderações por parte do sr Juiz eleitoral.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.