IMG-20210628-WA0344
UNIMED---50-anos
Banner Indaial
1200 x 100 (3)
PlayPause
previous arrow
next arrow

Justiça julga improcedente pedido de representação do PSC contra Prefeito de Indaial

Por Judson Lima

gulamania
1200 x 100 (2)
PlayPause
previous arrow
next arrow

MATEANDO – A juíza eleitoral Leila Mara da Silva julgou improcedente a ação de investigação judicial eleitoral interposta pelo Partido Social Cristão e Lucio Vanderlinde contra o Prefeito de Indaial André Moser e vice Zelir Tirol, relacionado as eleições municipais de 2020.

A sentença foi proferida nesta quarta-feira (17). O Ministério Público Eleitoral já havia também se manifestado pela decadência do fato.

“Eu recebo essa decisão com alegria de que a justiça foi feita, porque nós fizemos uma campanha limpa, propositiva, não atacamos nenhum dos nossos concorrentes, e assim tivemos sucesso no pleito eleitoral. Muitos que procuraram durante o período eleitoral somente criticar, só atacar, não tiveram esse sucesso”. comentou o prefeito André Moser a reportagem.

Foto:TJSC

A juiz Leila Mara também julgou improcedentes os demais pedidos formulados na inicial em face dos Representados André Luiz Moser, Manoel Boaventura, Fabiano dos Santos, Ivo Ockner e Valmor Binelo, ou seja, de declaração de ilegibilidade dos requeridos e de condenação ao pagamento de multas, por insuficiência e/ou ausência de provas da ocorrência de atos de improbidade administrativa e/ou abuso de poder. 

André Moser, do PSDB, foi eleito no pleito de 2020 com 66,58% dos votos, ou 20.299 votos no total.

Marise Morell, ficou em segundo lugar com 20,35% (6.203 votos) e a chapa do PSC comandada por Lucio Vanderlinde ficou em terceiro lugar com 12,07% com 3.679 votos.

A Representação julgada improcedente pela Justiça Eleitoral alegava abuso de poder econômico na campanha eleitoral de 2020, e atos de improbidade administrativa.

 

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.