Banner Rodeio Saúde
Banner educação Rodeio
PlayPause
previous arrow
next arrow

Justiça julga improcedente pedido de representação do PSC contra Prefeito de Indaial

Por Judson Lima

gulamania
Banner educação Rodeio
PlayPause
previous arrow
next arrow

MATEANDO – A juíza eleitoral Leila Mara da Silva julgou improcedente a ação de investigação judicial eleitoral interposta pelo Partido Social Cristão e Lucio Vanderlinde contra o Prefeito de Indaial André Moser e vice Zelir Tirol, relacionado as eleições municipais de 2020.

A sentença foi proferida nesta quarta-feira (17). O Ministério Público Eleitoral já havia também se manifestado pela decadência do fato.

“Eu recebo essa decisão com alegria de que a justiça foi feita, porque nós fizemos uma campanha limpa, propositiva, não atacamos nenhum dos nossos concorrentes, e assim tivemos sucesso no pleito eleitoral. Muitos que procuraram durante o período eleitoral somente criticar, só atacar, não tiveram esse sucesso”. comentou o prefeito André Moser a reportagem.

Foto:TJSC

A juiz Leila Mara também julgou improcedentes os demais pedidos formulados na inicial em face dos Representados André Luiz Moser, Manoel Boaventura, Fabiano dos Santos, Ivo Ockner e Valmor Binelo, ou seja, de declaração de ilegibilidade dos requeridos e de condenação ao pagamento de multas, por insuficiência e/ou ausência de provas da ocorrência de atos de improbidade administrativa e/ou abuso de poder. 

André Moser, do PSDB, foi eleito no pleito de 2020 com 66,58% dos votos, ou 20.299 votos no total.

Marise Morell, ficou em segundo lugar com 20,35% (6.203 votos) e a chapa do PSC comandada por Lucio Vanderlinde ficou em terceiro lugar com 12,07% com 3.679 votos.

A Representação julgada improcedente pela Justiça Eleitoral alegava abuso de poder econômico na campanha eleitoral de 2020, e atos de improbidade administrativa.

 

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.