A notícia além do olhar técnico!

Justiça determina que 90% dos trabalhadores dos coletivos sejam mantidos, multa diária para sindicato pode ser de R$ 100 mil

Por Judson Lima

BLUMENAU – Mais uma vez Sindetranscol anunciou paralisação no transporte coletivo para a cidade de Blumenau nesta quarta-feira (26). Porém a justiça determinou que o Sindicato mantenha 90% dos trabalhadores em atividade em qualquer dia da semana, em qualquer faixa horária , em caso de desobediência o Sindicato dos Empregados das Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano de Blumenau sofrerá multa diária de R$ 100 mil.

Segundo o Sindetranscol a manifestação em parar as atividades foi motivado pela paralisação das negociações e a intransigência da empresa no atendimento mínimo das reivindicações por ocasião de nossa data-base, que é 1º de Novembro; e considerando a decisão da assembleia geral da categoria realizada no último dia 05 de fevereiro de 2020.

A BluMob informou ontem a noite (25), que conforme determinação judicial, a grande maioria do transporte coletivo de Blumenau deve operar nesta quarta-feira, dia 26.

Está em vigência liminar concedida pela Justiça, que determina que o sindicato mantenha 90% do total de trabalhadores em atividade em qualquer dia da semana, em qualquer faixa horária.

O desrespeito à liminar sem observar o estabelecido implicará em multa diária ao sindicato de R$ 100.000,00 (cem mil reais), tendo ficado autorizado o bloqueio judicial imediato do valor da multa na conta do sindicato, sem excluir outras medidas constritivas.

Esperamos que, independentemente das sanções estabelecidas, seja respeitado o direito das pessoas pelo caráter essencial do transporte coletivo público.

O Seterb informou que devido a ameaça de paralisação dos ônibus do transporte coletivo de Blumenau, os corredores de ônibus, exceto o da Rua Dois de Setembro, estão liberados para todos os veículos nesta quarta-feira.

Abaixo vídeo: Wellington Civiero/NW Blumenau

 

 

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.