A notícia além do olhar técnico!

Justiça afasta conselheiro tutelar em Indaial

INDAIAL – A juíza de Direito da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Indaial Horacy Benta de Souza Baby, atendeu tutela de urgência da 1ª Promotoria de Justiça e afastou um Conselheiro Tutelar de Indaial de suas funções.

O Ministério Público de Santa Catarina, através do promotor Rodrigo Andrade Viviani move uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa do conselheiro afastado.

Segundo denúncia do MP feita a justiça “…não se pode aceitar a ilegalidade de atos perpetrados pelo conselheiro tutelar no exercício de sua função , seja realizando acolhimentos institucionais ilegais, seja sobrepondo seu interesse particular ao interesse público , tal como realizando a captação de clientes para o escritório de advocacia de sua filha…verifica-se evidente ofensa ao princípio da impessoalidade , pois Alidor, valendo-se da função de conselheiro tutelar ,realizou a captação de clientes para o escritório de advocacia de sua filha ,Dra Ana Paula Reiter –OAB/SC 39.024”, discorreu o promotor Rodrigo Andrade Viviani.

Confio na integridade do meu pai

Em contato com a reportagem, a filha do suspeito, advogada Ana Paula Reiter disse “Se tiver alguma coisa errada o judiciário que aponte, eu confio na integridade do meu pai e na educação que ele mi deu, confio plenamente que se houver algo errado em relação aos apontamentos feitos na ação isso vai ser revelado. Eu confio na integridade do meu pai, se o Ministério Público acha que tem algo de errado, eles que apontem,existe muita fofoca nesse meio, se tiver alguma coisa e ficar provado, ai agente vai ver lá na frente”, completou. Segundo Ana Paula não houve nenhuma notificação oficial ou qualquer outra informação sobre essa ação do MP.

Por solicitação do Ministério Público o processo corre em segredo de justiça

 

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.