Juro Zero bate recorde em março com R$ 7,2 milhões em empréstimos para ajudar empreendedores a manter o negócio

Por Judson Lima

SANTA CATARINA – Contribuir com a recuperação econômica e fortalecer os microempreendedores individuais tem sido uma preocupação constante do Governo de Santa Catarina. E uma das ações em prol dos MEIs é o Programa Juro Zero, coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável. No mês de março deste ano, o programa atendeu o maior número de empreendedores na história, com mais de R$ 7,2 milhões disponibilizados e 1,6 mil pessoas atendidas. O recorde anterior, de fevereiro, registrou a marca de R$ 6,8 milhões em empréstimo e 1.505 operações.

O desempenho de março também representa um aumento de 104% no número de operações e 217% no valor disponibilizado, se comparado com o mesmo período do ano anterior, que fechou o mês com 783 operações e R$ 2,2 milhões em empréstimos.

Para o secretário da SDE, Luciano Buligon, os resultados positivos mostram que os catarinenses continuam empreendendo. “Mesmo em um tempo difícil, diante da pandemia do novo coronavírus, mais de 14 mil MEIs em 2020 procuraram o Juro Zero para ampliar ou melhorar seus negócios. E neste primeiro trimestre deste ano, já foram mais de 4 mil microempreendedores individuais contemplados pelo programa”, conclui.

Ajudando o empreendedor

Isabella de Souza Savaris Cesconetto, 25 anos, foi uma das beneficiadas com o Programa no mês de março. Ela conta que começou a empreender aos 12 anos, como manicure e, desde então, nunca mais parou.


Isabella Cesconetto. Foto: Arquivo pessoal

“Sempre tive o pensamento de trabalhar para mim mesma. E desde cedo faço de tudo para manter viva esta chama e esta força. Sempre buscando a atualidade. E nesta época de pandemia, empreender e inovar se mostrou ainda mais importante”, conta Isabella.

Foi com garra e persistência, que a história da moradora do município de Siderópolis seguiu e ela passou de manicure a dona de lancheria. Atualmente é uma empreendedora de loja de cosméticos, tendo como sócia sua mãe, Angélica Viviane de Souza Savaris.

“Posso dizer que realizei mais um sonho e subi outro degrau. Através da minha mãe e madrinha conheci o Juro Zero e fui buscar mais informações em uma operadora de microcrédito. O benefício veio no momento certo, sem dúvidas. Melhor opção que obtive. Me ajudou com as contas neste período que estamos passando de pandemia e também a fortalecer o estoque”, explica a empreendedora.

Para o MEI

O Juro Zero, é o carro-chefe na formalização de microempreendedores individuais e no incentivo aos pequenos negócios em Santa Catarina. Na comparação entre o primeiro trimestre de 2020 e de 2021, o programa apresentou um aumento de 59% em operações e de 148% em valores disponibilizados.

Desde que foi implantado, em 2011, o Juro Zero emprestou R$ 355 milhões, movimentando diretamente mais de R$ 400 milhões na economia catarinense.

O Programa

Presente em 100% de Santa Catarina, o programa Juro Zero disponibiliza ao microempreendedor individual empréstimos de até R$ 5 mil que podem ser parcelados em oito prestações. Se as sete primeiras prestações forem pagas em dia, a última é isenta. Para participar, o MEI deve ter receita anual de até R$ 81 mil e ser formalizado. Cada CNPJ tem o direito a realizar até duas operações, que estão sujeitas à análise de crédito.

Operacionalizado pelo Badesc, o Juro Zero conta ainda com parceria da Associação das Instituições de Microcrédito e Microfinanças da Região Sul do Brasil (Amcred) e do Sicoob – Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.