Juiz da comarca de Blumenau tem a maior produtividade na área cível de SC em 2018

Fotos: Arquivo/TJSC

GERAL – O juiz Clayton Cesar Wandscheer, titular da 2ª Vara Cível da comarca de Blumenau, foi o magistrado com maior produtividade na área cível do Estado neste ano, segundo a Corregedoria-Geral de Justiça (CGJ). De acordo com o levantamento, 3.032 sentenças e 3.210 decisões interlocutórias foram prolatadas por ele em 2018, no total de 6.242 decisões. Ele atribui o feito à triagem dos processos que tramitam na unidade.

“Procuramos utilizar práticas no sentido de tornar mais célere o andamento dos processos, várias delas extraídas do Sistema Aprimorar, disponibilizado pela Corregedoria-Geral de Justiça. Além disso, decidimos usar ferramentas de gestão e de controle, essenciais também na administração da Justiça. Paralelo a isso, no momento de selecionar os processos para julgamentos procuramos conciliar os critérios de antiguidade e tipo de matéria, o que permite julgar um maior número de processos análogos. Esse trabalho exigiu um estudo prévio do grande acervo de processos”, revela.

Algumas ações da 2ª Vara Cível de Blumenau também colaboraram com o aumento da produtividade em 2018, como mutirões nos quais se teve, durante certo período, um esforço concentrado em ações movidas contra empresas de telefonia e em que se pleiteia o pagamento de seguro DPVAT e de indenização por danos morais. Também tramita na unidade a recuperação judicial da empresa têxtil Teka,  que envolve um grande número de habilitações de crédito. “Estamos constantemente direcionando esforços para esse bloco de ações em razão da repercussão social que ele possui”, ressalta o magistrado.

O juiz ressalta que a alta produtividade só foi possível graças à qualidade da assessoria e dos estagiários que trabalham nas unidades onde está lotado e atuou como substituto. “Os números recentemente divulgados representam apenas uma parte do grande esforço que juízes e desembargadores de todo o Estado fazem para tornar mais célere a entrega da tutela jurisdicional, todos com o apoio da Corregedoria-Geral de Justiça e da Presidência do Tribunal de Justiça”. O juiz Clayton Cesar Wandscheer ingressou na magistratura catarinense em 2003, como juiz substituto. Já como juiz de direito, passou por diversas comarcas na carreira até chegar a Blumenau em 2014, na 2ª Vara Criminal. Em 2017, assumiu a 2ª Vara Cível, onde atua até hoje.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here