Jorginho Mello solicitou que Bolsonaro sancione projeto MEI Caminhoneiro

Por Nathan Neumann

POLÍTICA – O senador Jorginho Mello (PL-SC) participou nesta segunda-feira (21) de um jantar oferecido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Forte Marechal Luz, em São Francisco do Sul (SC), onde está hospedado desde o final de semana.

No encontro, o senador, vice-líder do Governo no Congresso e uma das lideranças mais próximas do presidente, fez dois pedidos a Bolsonaro: que os R$ 10 bilhões em aprovação na Câmara Federal para a fase 3 do Pronampe (Programa Nacional de Amparo às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte) sejam direcionados, prioritariamente, pelo Banco do Brasil e Caixa aos pequenos negócios da região do Alto Vale duramente atingida pela enxurrada da última semana.

Além disso, o senador solicitou que o presidente sancione com rapidez o PLC 147/2019 de sua autoria, que cria o MEI Caminhoneiro, em aprovação na Câmara. Esse projeto beneficia mais de 500 mil caminhoneiros no país e cerca de 80 mil em Santa Catarina e permite que esses profissionais usufruam das vantagens de ser um Empreendedor Individual.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.