GRAC de Ascurra se reúne para avaliar um ano da pandemia no município.

Por Judson Lima

ASCURRA – No dia 25 de maio, próxima terça-feira, o registro do primeiro caso de Covid-19 em Ascurra completa um ano. Pensando em utilizar essa data como uma avaliação do combate à pandemia, o Grupo de Ações Coordenadas – GRAC de Ascurra promoveu, nesta quarta-feira, um encontro na sede dos Bombeiros Voluntários da União.

Participaram deste encontro o Prefeito Arão Josino, vereador Gilberto Felippi, o comandante dos Bombeiros, Júnior Moser, o sargento da Polícia Militar, Valmir Moser, a Secretária de Saúde, Etinéia Berkembrock Ceruti, o coordenador da Defesa Civil de Ascurra, João Paulo Waltrick, o Agente de Vigilância Sanitária, Gustavo Eduardo Andrioni, e a procuradora municipal Luise Petry.

Foto:Richard Ferrari

O tema da conversa foi uma avaliação das estratégias de combate à Covid-19 na cidade durante este um ano de pandemia. Com os dados atualizados em 19 de maio, a cidade já teve 1045 pessoas infectadas pelo coronavírus, aproximadamente 13% da população da cidade.

Pensando em proporcionar um melhor atendimento para a população, foi aberta em 2021 a Central Covid-19, na Sociedade 7 de Setembro, em uma região central da cidade. Desde a abertura desta unidade, no dia 18 de janeiro, aproximadamente 500 pessoas já foram atendidas.

Neste ano de 2021, durante a nova onda da pandemia, que aconteceu entre os meses de março e abril, a cidade desenvolveu uma forte campanha de conscientização, com o objetivo de relembrar a população sobre os cuidados que precisam ser tomados durante este período. Foram desenvolvidas peças publicitárias para jornais, redes sociais e rádios. Em parceria com forças de segurança da cidade, a Defesa Civil e Vigilância Sanitária realizaram fiscalizações orientativas em comércios e empresas da cidade.

Estas ações tiveram impacto imediato nos casos de Covid-19 na cidade. No dia 12 de março, a cidade já se encontrava em uma situação menos critica, com 44 casos ativos, contra 78 casos positivos registrados em 04 de março. Desde então, o número de casos ativos da cidade tem se mantido baixo, como no boletim desta quinta-feira, com 16 pessoas em tratamento.

A campanha de imunização contra a Covid-19 na cidade avança conforme novas doses chegam, enviadas pelo Governo Federal. Até o momento, 1.389 pessoas já receberam a primeira dose, correspondendo a 17,4% da população, enquanto 756 pessoas foram vacinadas com a segunda dose, que corresponde a 9,4% da população.

Porém, os membros do GRAC ressaltam que a pandemia ainda não acabou. Enquanto a vacina não chega para toda a população, todas as pessoas precisam continuar seguindo os protocolos de prevenção. Usar máscara, respeitar o distanciamento social e ter uma boa higiene das mãos são os pontos principais.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.