Governo do Estado realiza mais de 100 atendimentos para auxiliar cidades atingidas pelas chuvas.

As equipes do Governo do Estado se mantêm mobilizadas no atendimento às ocorrências geradas pelas fortes chuvas que atingiram Santa Catarina. O governador Carlos Moisés acompanha os desdobramentos dos atendimentos realizados pelo Corpo de Bombeiros Militar e pela Defesa Civil. No total 21 municípios relataram ocorrências que vão desde alagamentos, deslizamentos, queda de árvores e muros. Os municípios de Canelinha, Balneário Gaivota, Pescaria Brava e Imaruí decretaram situação de emergência. Já Brusque e Camboriú devem publicar o decreto nesta quinta-feira,10.

“As equipes mobilizadas pelo Governo do Estado já estão auxiliando a população das cidades atingidas pelas chuvas, vento e granizo desde a noite de terça-feira, em diversas regiões do Estado. Nossa força-tarefa está prestando assistência imediata para todas as famílias que foram atingidas, em um esforço conjunto de Defesa Civil de Estado e municípios, Corpo de Bombeiros Militar e prefeituras”, afirmou Carlos Moisés.

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC), entre as 8h e as 14h da quarta-feira, 9, quase 100 atendimentos foram realizados pelos sete batalhões do litoral catarinense, com destaque para Tubarão e região, que tiveram mais de 30 atendimentos, além de Itajaí e Balneário Camboriú, com mais de 20 atendimentos cada. Durante o dia, foram acionadas as equipes de Força-Tarefa, utilizadas em situações extremas pelo CBMSC. Estes números representam apenas as ocorrências relacionadas com situação causada pelas chuvas.

Atuaram a FT 07, do batalhão de Itajaí, a FT 08, do batalhão de Tubarão e a FT 13, do batalhão de Balneário Camboriú. Também foi utilizado o helicóptero Arcanjo 03, que fica na base de Blumenau, para sobrevoo de análise da situação em Camboriú e região.

Entre as ocorrências atendidas estão a remoção de pessoas de residências e transporte em botes, desobstrução de vias, corte de árvores que representam riscos, distribuição de lonas. Em Laguna uma escola infantil precisou ser evacuada.

Defesa Civil sobrevoa áreas atingidas

Foto: Divulgação/DefesaCivilSC

Ainda na tarde de quarta-feira, o chefe da Defesa Civil, David Christian Busarello, sobrevoou as cidades mais atingidas pelas chuvas.

As informações repassadas apontam que em Camboriú 200 pessoas foram retiradas das residências e 17 pessoas estão no abrigo. Já em Canelinha 146 pessoas permanecem abrigadas na Escola Professora Maria de Lourdes Nicolau Zimermam. Abrigos também foram ativados em Laguna e Brusque. “Mobilizamos sete coordenadorias Regionais da DCSC para prestar todo o apoio necessário aos municípios”, comentou o chefe da DCSC David Busarello. Segundo ele, a ação conjunta dos órgãos do Governo do Estado está resultando em uma resposta rápida. Busarello está percorrendo os municípios que registraram ocorrências para agilizar a chegada de suporte.

Já foram disponibilizados, para os municípios de Brusque, Balneário Gaivota, Canelinha, Pescaria Brava e Laguna, cinco rolos de lona, 190 cestas básicas para sete dias, 166 colchões, 166 kits de acomodação, 40 kits de higiene pessoal e 190 kits de limpeza. A quantidade de itens liberados deve aumentar nas próximas horas em função do município de Canelinha que ainda não finalizou o levantamento, mesmo assim a DCSC já está mobilizada e preparando os itens de assistência humanitária para serem enviados.

A Defesa Civil mantém o alerta para o risco de novos deslizamentos e desmoronamentos, porque o solo está encharcado.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.