Governo Bolsonaro pagou R$ 55,5 milhões em Indaial,Rodeio,Timbó,Ascurra e Apiúna de auxílio emergencial

Por Judson Lima

MATEANDO – Juntas as cidades de Indaial, Timbó, Rodeio, Ascurra e Apiúna receberam do governo Jair Bolsonaro (Sem Partido) em auxílio emergencial  um total de R$ 55.578.600,00 ( Cinquenta e cinco milhões, quinhentos e setenta e oito mil e seiscentos reais), a informação foi repassado ao site Vale do Itajaí Notícias pela Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério da Economia, através dos dados de Monitoramento dos Gastos da União com Combate à Covid-19, nos relatórios fiscais do Tesouro Nacional, pertinente ao pagamento do auxilio emergencial entre abril e dezembro de 2020.

Segundo o Tesouro Nacional entre as medidas econômicas voltadas para a redução dos impactos da Covid-19 (Coronavírus) o Governo Bolsonaro pagou somente para Indaial R$ 27.817.800,00 (Vinte e sete milhões, oitocentos e dezessete mil e oitocentos reais). Esse pagamento chegou na conta de 12.158 pessoas beneficiadas, ou seja 22.16% da população indaialense ganhou o auxílio emergencial, entre R$ 600 ou R$ 1.200, no caso de mulheres chefes de família. Em cinco meses cada beneficiário pegou média R$ 2.288,02 (Dois mil, duzentos e oitenta e oito reais).

Já em Timbó 6.899 beneficiários receberam cerca de R$ 2.188,49 (Dois mil, cento e oitenta e oito reais e dois centavos), que foram pagos a 18.76% da população de Timbó, totalizando R$ 15.098.400,00 (Quinze milhões, noventa e oito mil e quatrocentos reais).

Em Rodeio 19.45% da população recebeu auxílio emergencial, ou seja, 2.124 pessoas, somando R$ 4.692.000,00 (Quatro milhões, seiscentos e noventa e dois mil), média de R$ 2.209,04 (Dois mil, duzentos e nove reais e quatro centavos) pagos a cada pessoa.

Ainda de acordo com o Tesouro Nacional, a cidade de Apiúna recebeu R$ 4.295.400,00 (Quatro milhões, duzentos e noventa e cinco mil, quatrocentos reais), que foram destinados a 1.885 beneficiários, com média de R$ 2.278,73 (Dois mil, duzentos e setenta e oito reais e setenta e três centavos), pagos a 19.64% da população.

Em Ascurra o governo Bolsonaro disponibilizou R$ 3.675.000,00 (Três milhões, seiscentos e setenta e cinco mil reais), que foram pagos a 21.83% da população ascurrense, beneficiando 1.618 com auxílio emergencial, média de R$ 2.271,32 (Dois mil, duzentos e setenta e um reais e trinta e dois centavos) por beneficiário.

Recursos Transferidos por localidade

O benefício foi criado para ajudar trabalhadores informais, desempregado e MEIs (microempreendedores individuais) a enfrentar a crise do coronavírus.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.