IMG-20210628-WA0344
Arte Vacinação - indailal
PlayPause
previous arrow
next arrow

Governador visita as instalações da farmacêutica responsável pela produção da vacina Sputnik no Brasil

Por Judson Lima

gulamania
Rodeio 35
PlayPause
previous arrow
next arrow

SANTA CATARINA – O governador Carlos Moisés, acompanhado de governadores de outros estados, visitou na manhã desta terça-feira, 2, em Brasília, as instalações da União Química Farmacêutica Nacional, responsável no Brasil pela produção da vacina Sputnik V, da Rússia. Os chefes de estados conheceram a estrutura da empresa, a capacidade de produção e o cronograma de entrega da vacina.

A empresa tem o compromisso de produzir 10 milhões de doses do imunizante. Os insumos para produção já estão no Brasil e aguardam a liberação emergencial. Assim que for autorizado pela Anvisa, o que se espera para ainda este mês, o imunizante deve ser produzido e distribuído no Plano Nacional de Imunização.

“Junto com outros governadores conhecemos a estrutura e nos colocamos à disposição inclusive para aquisição, mas acreditamos que o Ministério da Saúde vai adquirir a vacina. Foi uma boa reunião e nós saímos daqui certos de que com a autorização serão mais 10 milhões de doses para imunizar os grupos prioritários”, destacou Carlos Moisés.

A previsão de entrega ao Governo Federal é de 400 mil doses até 31 de março, seguidos de 2 milhões até 30 de abril e 7,6 milhões até 31 de maio.

O governador acrescentou que a empresa já produz medicamentos e vacinas, alguns são utilizados na terapia intensiva. “Cerca de 50% dos pacientes para Covid utilizam algum medicamento produzido pela empresa. A farmacêutica tem expertise e possui um grande parque industrial.”


Foto: Divulgação / SES

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, acompanhou o governador Carlos Moisés nas agendas em Brasília.

A visita às instalações da farmacêutica foi coordenada pelo governador do Piauí, Wellington Dias, coordenador da temática “Estratégia para vacina contra a Covid-19” do Fórum Nacional de Governadores.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.