IMG-20210628-WA0344
Arte Vacinação - indailal
PlayPause
previous arrow
next arrow

Figueirense e Chape dominam premiação dos melhores do Catarinense

gulamania
Rodeio 35
PlayPause
previous arrow
next arrow

ESPORTES – Um dia depois de o grupo do Figueirense ser reconhecido com a conquista do troféu do Campeoanto Catarinense de 2018, na noite desta segunda-feira foi a vez de os talentos individuais da competição serem premiados. Na cerimônia de coroação do Troféu Top da Bola, realizada no Continente Shopping, em Florianópolis, o grande destaque foi novamente o Alvinegro, que teve três jogadores indicados ao time ideal, além do técnico Milton Cruz e do preparador físico José Mário Campeíz. A cereja do bolo ficou por conta da escolha do meia Jorge Henrique como o craque do campeonato.

Time menos vazado da competição, a Chapecoense teve a sua linha defensiva reconhecida. O goleiro Jandrei, os laterais Apodi e Bruno Pacheco e o zagueiro Rafael Thyere foram eleitos os melhores em suas posições. Alemão, do Avaí, completou a defesa do time ideal.

Do meio para frente, foi o Figueira que mais se destacou, com as escolhas do volante Zé Antônio, do meia Jorge Henrique e do atacante André Luís. Completaram o time o volante Douglas Moreira (Criciúma), o meia Daniel Costa (do Tubarão, mas que está acertado com o Figueirense) e o atacante Rafael Grampola (JEC).

O técnico vencedor foi Milton Cruz, que levou o Furacão ao título, ficando à frente de Gilson Kleina (Chapecoense) e Waguinho Dias (Tubarão).

Com boa atuação ao longo da competição e também na final do Catarinense, Bráulio da Silva Machado foi eleito o melhor árbitro. Ao lado dele, os assistentes Helton Nunes e Kléber Lúcio Gil também foram destaques. Plínio David de Nês Filho, dirigente do Verdão do Oeste, foi escolhido o melhor presidente.

A noite teve ainda a coroação de Guga, do Avaí, como a jovem revelação. O Hercílio Luz, de Tubarão, ganhou o troféu Fair Play como time mais disciplinado.

Realizado anualmente, o Top da Bola é é coordenado pelo Instituto Mapa, em pesquisa feita por meio da votação de narradores, comentaristas e repórteres de jornais, portais e das emissoras de rádio e TV que cobrem os jogos do Estadual.

Veja quem foram os premiados

Goleiro
Ouro – Jandrei (Chapecoense)

Prata – Denis (Figueirense)
Bronze – Luiz (Criciúma)

Lateral-direito
Ouro – Apodi (Chapecoense)

Prata – Guga (Avaí)
Bronze – Marcos Vinícius (Tubarão)

Lateral-esquerdo
Ouro – Bruno Pacheco (Chapecoense)

Prata – Alex Ruan (Joinville)
Bronze – João Paulo (Avaí)

Zagueiros
Ouro – Alemão (Avaí)
Ouro – Rafael Thyere (Chapecoense)

Prata – Betão (Avaí)
Prata – Douglas Silva (Brusque)
Bronze – Sandro (Criciúma)
Bronze – Nery Bareiro (Chapecoense)

Volantes
Ouro – Douglas Moreira (Criciúma)
Ouro – Zé Antônio (Figueirense)

Prata – Amaral (Chapecoense)
Prata – Gelson (Concórdia)
Bronze – Betinho (Figueirense)
Bronze – Eduardo Person (Joinville)

Meias
Ouro – Daniel Costa (Tubarão)
Ouro – Jorge Henrique (Figueirense)

Prata – Gustavo Ferrareis (Figueirense)
Prata – Jean Lucas (Inter de Lages)
Bronze – Canteros (Chapecoense)
Bronze – Elvis (Criciúma)

Atacantes
Ouro – André Luis (Figueirense)
Ouro – Rafael Grampola (Joinville)

Prata – Lima (Hercílio Luz)
Prata – Wellington Paulista (Chapecoense)
Bronze – Guilherme (Chapecoense)
Bronze – Madson (Joinville)

Treinador
Ouro – Milton Cruz (Figueirense)

Prata – Gilson Kleina (Chapecoense)
Bronze – Waguinho Dias (Tubarão)

Preparador físico
Ouro – José Mário Campeiz (Figueirense)

Prata – Marcos Cezar (Chapecoense)
Bronze – Agenor Barbosa Neto (Tubarão)

Assistente de árbitro
Ouro – Helton Nunes e Kléber Lúcio Gil

Prata – Eder Alexandre e Tiago Labes
Bronze – Alex dos Santos e Neuza Back

Árbitro
Ouro – Bráulio da Silva Machado

Prata – Héber Roberto Lopes
Bronze – Ramon Abatti Abel

Presidente
Ouro – Plínio De Nês (Chapecoense)

Prata – Cláudio Vernalha (Figueirense)
Bronze – Luiz Henrique Ribeiro (Tubarão)

Jovem revelação
Ouro –  Guga (Avaí)

Prata – Madson (Joinville)
Bronze – Jean Lucas (Inter de Lages)

Craque
Ouro – Jorge Henrique (Figueirense)

Prata – Rafael Grampola (Joinville)
Bronze – Daniel Costa (Tubarão)

Leia mais notícias sobre o Catarinense 2018

você pode gostar também
Lock colchões
Center Celulares
PlayPause
previous arrow
next arrow
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.